Chuva atrapalha retomada das buscas por turista que caiu em cachoeira no AM

Michelle Moreno, 22, caiu na Cachoeira do Santuário, em Presidente Figueiredo, no último domingo, ao tentar fazer uma 'selfie'. Ela caiu em uma fenda entre três pedras grandes

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O Corpo de Bombeiros retomou, na manhã desta terça-feira (10), as buscas por Michelle Moreno, 22, que caiu na Cachoeira do Santuário, em Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros ao norte de Manaus), no último domingo (8). A Chuva que atinge a cidade atrapalhou o início dos trabalhos nesta terça, mas, segundo os bombeiros, as buscas foram retomadas por volta das 7h30.

As buscas começaram por volta de 7h desta segunda-feira e devem continuar nesta terça-feira (10). (Foto: Divulgação/Bombeiros)

A primeira atividade dos mergulhadores, nesta manhã, foi a verificação de uma rede colocada na área de buscas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o material foi colocado em um ponto para impedir que o corpo da mulher seja arrastado pela correnteza, considerada forte na região de Presidente Figueiredo.

A chuva que cai nesta terça sobre a cidade fez elevar o volume de água nas corredeiras, dificultando o trabalho de busca.

Dois mergulhadores e quarto guardas municipais de Presidente Figueiredo atuam nas buscas nesta terça-feira.

Queda

A mulher desapareceu após cair na Cachoeira do Santuário, no último domingo (8), no momento em que tentava tirar uma ‘selfie’, conforme informações do Corpo de Bombeiros.

Ela caiu em uma fenda entre três pedras grandes e a altura é de, aproximadamente, 12 metros. Segundo os bombeiros, o local é de difícil acesso.

Na manhã de segunda-feira (9), os bombeiros iniciaram a operação de busca e resgate do corpo da jovem, juntamente com a Guarda Municipal de Presidente Figueiredo.

A corporação informou que no final da tarde desta segunda-feira a equipe encontrou indícios de que ela possa estar presa em uma fenda, próximo do local da queda. Porém, este local só pode ser acessado por meio de técnicas de rapel.

Na segunda, o Corpo de Bombeiros informou, ainda, que os familiares de Michelle já estão em Manaus e se deslocarão para Presidente Figueiredo.