Contribuintes denunciam dificuldades para regularizar CPF na Receita, em Manaus

Pessoas que madrugam na fila para conseguir uma das 40 senhas diárias denunciam quedas no sistema e reclamam do atendimento prestado. Em nota, a Receita informou que tem conseguido atender demanda diária

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Contribuintes denunciam dificuldades para regularizar o CPF na sede da Receita Federal em, Manaus, situada no bairro São Jorge, zona oeste. Nesta sexta-feira (12), em entrevista à REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO, um grupo de pessoas que madrugou na fila reclamou do número de senhas distribuídas diariamente, da falta de preparo de atendentes da Receita e da infraestrutura do local. Em nota, a Receita informou que a demanda por atendimento aumentou neste mês, mas que o órgão tem conseguido atender o quantitativo.

Dez na TV – atendimento Receita Federal:

Atendimento da Receita Federal ao contribuinte tem sido marcado por longas filas:

Posted by TV Diário Record News Manaus – Rede Diário de Comunicação on Friday, January 12, 2018

Um cartaz afixado na entrada da unidade informa que são distribuídas 40 senhas por dia. Até os idosos entram na disputa para conseguir atendimento. Em reportagem da TV DIÁRIO RECORD NEWS MANAUS, algumas pessoas afirmaram que tentam regularizar o CPF deste o início da semana. “(Hoje), eu estou desde às 2h da madrugada porque desde segunda-feira eu estou tentando atendimento. E, no caso, não consegui a ficha”, disse a auxiliar administrativa Sara da Cunha, que é moradora do bairro Alvorada, na zona centro-oeste.

Outro caso é da operadora de caixa Joice Teixeira, 22, que conseguiu uma vaga no meio da semana, mas, na hora do atendimento, uma pane no sistema do órgão impossibilitou o andamento do processo. Em razão do problema, ela teve que enfrentar fila novamente no dia seguinte.

“Eu vim na quarta-feira (10). Por volta de 5h da manhã eu cheguei aqui. Graças a Deus, eu peguei a última ficha (de número 40), e ficamos esperando aqui. Às 9h30 da manhã, vieram dizer que não iam atender porque não tinha sistema. Perguntei, encarecidamente, se iam agendar para o próximo dia quem já tinha pego as fichas, e ela (funcionária) foi curta e grossa: “não”. Me deu dó de uma senhora que veio da Cidade de Deus (zona norte) pra cá. Ela saiu chorando. Então, convenhamos, isso é uma humilhação”, disse.

Willian Prestes, 25, informou que tenta desbloquear o CPF desde quarta-feira. “Até agora não está dando certo. Não tem senha. Hoje, eu cheguei 5h40 (para) tentar ser atendido”, afirmou. “Não tem estrutura, não tem atendimento bom, pouca gente. A gente chega aqui 6h, se não tiver a senha, já vai embora”, completou.

Além do número de senhas limitado, muitos reclamam dos riscos que precisam enfrentar para conseguir atendimento. Margareth Santana, 47, que é moradora do bairro do São Francisco, zona sul, afirmou que precisou pegar táxi para chegar mais cedo à Receita. “Ser não vier de táxi, não chega nem à ficha número 20. Dependendo de ônibus, passa quase uma hora e meia para chegar aqui. Isso é porque eu moro próximo daqui, imagina para quem mora mais longe, sem condição de chegar aqui a tempo. Vai perder o dia”, disse.

Nesta sexta-feira, durante a gravação da reportagem, todas as pessoas que aguardavam na fila conseguiram entrar, após diversas reclamações. De acordo com funcionários da Receita Federal, que preferiram não ser identificados, quem não conseguiu senha, nesta sexta, foi direcionado para realizar o agendamento para a próxima semana.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação da Receita Federal informou que, no mês de janeiro, a demanda pelo serviço de regularização de CPF nos Centros de Atendimentos ao Contribuinte da Receita Federal (CAC) aumentou “em virtude da cobrança do comprovante pela Secretaria de Educação (Seduc) para a realização de matrículas dos alunos da rede estadual.”

Receita afirma que, em Manaus, o órgão tem realizado, em média, 150 atendimentos de CPF por dia. “São atendidos 75 contribuintes pela manhã e 75 pela tarde. Este quantitativo tem sido suficiente para comportar a demanda atual”, diz um trecho da nota.

De acordo com o órgão, não é necessário formar filas durante a madrugada. “O serviço de CPF também pode ser agendado através do site da Receita Federal. O atendimento será realizado com dia e hora marcada em data próxima. Hoje, pode-se marcar para o dia seguinte”, informa.

Segundo a Receita, instituições conveniadas, entre elas os Correios, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal também prestam o serviço. Se preferir, o contribuinte pode ser cadastrar gratuitamente, pela internet, desde que o título de eleitor esteja regular.

***Com colaboração de Frank Cunha, da Record News Manaus.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES