Corrida visa coletar alimentos para venezuelanos acolhidos em Manaus

Primeira Corrida e Caminhada Manaus #ComOsRefugiados ocorrerá no próximo domingo (9), no bairro Ponta Negra, zona oeste. Inscrições já estão abertas

Filipe Távora / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A prefeitura abriu as inscrições para a primeira Corrida e Caminhada Manaus #ComOsRefugiados, que ocorrerá no bairro Ponta Negra, zona oeste, no próximo domingo (9), com o objetivo de reunir manauaras e venezuelanos em um ato de solidariedade. A corrida visa coletar alimentos para os refugiados acolhidos em abrigos situados na capital amazonense.

Os interessados podem se inscrever na corrida por meio do site da Secretaria Municipal da Juventude, Esporte e Lazer (Semjel). Serão 2 mil vagas destinadas ao evento, incluindo as pessoas com deficiência (PCD).

Os participantes deverão recolher os kits, contendo a camisa com o número de peito, no Centro Social Urbano (CSU) do bairro Parque 10, zona centro-sul, na sexta-feira (7), de 9h às 16h. Os interessados deverão levar ao local de entrega dos kits uma cesta básica composta por 1 quilo de arroz, 1 quilo de feijão, 1 pacote de macarrão com 500 gramas, 1 pacote de leite com 400 gramas e 1 pacote de café com 400 gramas, que serão encaminhados para os venezuelanos acolhidos nos abrigos da prefeitura e da Cárita Arquidiocesana.

De acordo com o secretário-chefe da Casa Civil municipal, Arthur Bisneto, os venezuelanos, enquanto refugiados que escolheram Manaus para imigrarem, são casos especiais devido a carga de sofrimento que viveram no país de origem. “Nós temos que abrir os braços, mas dentro das nossas condições. O prefeito não pode prometer morada para todos, porque a prefeitura não tem condições para isso, mas estamos nos movimentando dentro do possível”, disse.

Segundo a prefeitura, estima-se que três milhões de venezuelanos tenham saído do país de origem desde 2015. (Foto: Juliano Couto/Divulgação)

Da corrida

A concentração e largada da corrida ocorrerão nas proximidades do anfiteatro da Praia da Ponta Negra, a partir das 6h. A partir das 7h, os participantes farão o percurso de 5 quilômetros do Parque Ponta Negra. Os participantes que completarem o percurso ganharão medalhas personalizadas.

Tendas para a venda de artesanato venezuelano, confeccionado por indígenas Warao residentes em Manaus, serão montadas no local da corrida. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) distribuirá mudas de árvores frutíferas e ornamentais.

Números

Segundo a prefeitura, estima-se que três milhões de venezuelanos tenham saído do país de origem desde 2015. No Brasil, estima-se a entrada de mais de 176 mil refugiados em 2017 e 2018. Desse número, 85 mil permanecem residentes no País.