Detran inscreve a partir desta segunda para a CNH social; site apresenta instabilidade

A meta do Detran é habilitar 10 mil pessoas na primeira etapa do projeto

Stephane Simões / redacao@diarioam.com.br

Manaus – As inscrições para o projeto CNH Social, do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran), começam nesta segunda-feira, exclusivamente pelo site do órgão. Nesta segunda-feira, quem tenta fazer a inscrição tem enfrentado dificuldades no acesso devido, segundo a assessoria, ao grande número de acessos. O objetivo do projeto é oferecer a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) gratuitamente, segundo alguns critérios.

Em média, o site tem recebido 1.200 acessos por minuto, segundo o Departamento (Foto: Sandro Pereira)

Em média, o site tem recebido 1.200 acessos por minuto, segundo o Departamento.

Equipes da empresa Processamento de Dados do Amazonas (Prodam) estão trabalhando para desvincular a página de inscrição do acesso principal do site, para não atrapalhar os outros serviços do Detran, que acabaram sendo afetados. A previsão é que até o final da manhã e início da tarde o site volte a funcionar e esta nova página esteja apta para receber as inscrições.

Em nota, o Detran informou o link para a inscrição e que não pode ser feita pelo aplicativo Amazonas na Palma da Mão

Apesar da dificuldade de acessos, o Detran destaca que não há limite de vagas para terminar a inscrição e que o critério de seleção não é a ordem de inscrição.

 

Quem pode se inscrever

Podem se inscrever no projeto CNH Social pessoas maiores de 18 anos, que moram no Amazonas há pelo menos dois anos e que tenham renda familiar mensal de até três salários mínimos ou desempregadas há mais de um ano.

Também é preciso estar inscrito em programas sociais governamentais, como o Bolsa Família. O candidato deve estar cadastrado no Cadastro Único (CadÚnico), o que é exigido na ficha de inscrição para a CNH Social.

A meta do Detran é habilitar 10 mil pessoas na primeira etapa do projeto.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES