Ex-UFC, Dileno se envolve em briga em casa noturna, em Manaus

O faixa preta de jiu-jitsu foi acusado por um rapaz, que não teve o nome divulgado, de agressão física. O lutador de MMA afirmou que também foi agredido no local

Beatriz Gomes / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O ex-lutador do Ultimate Fighting Championship (UFC), Dileno Lopes, 33, se envolveu em uma briga em uma casa noturna, no bairro Chapada, na madrugada deste domingo (13). O faixa preta de jiu-jitsu foi acusado por um rapaz, que não teve o nome divulgado, de agressão física. O lutador de Mixed Martial Arts (MMA) disse que também registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) no 12º DIP para esclarecer o fato. Ele afirmou que também foi agredido no local.

Dileno é ex-lutador de UFC (Foto: Divulgação)

Segundo testemunhas, a confusão aconteceu por volta das 5h30. Dileno subiu em uma área VIP da boate que estava reservada para um aniversário. Um dos convidados da festa afirma que após ser questionado se conhecia a aniversariante e sobre quem era, Dileno falou que era ex-lutador do UFC, mas ninguém o reconheceu. “Não dei importância na hora e voltei para a festa, mas quando virei ele estava esmurrando meu amigo e o murro pegou de raspão em outra amiga que também se machucou”, contou o universitário de 25 anos, que não quis se identificar.

Outra testemunha que também estava na festa disse que não houve xingamentos e que Dileno agrediu covardemente o amigo. “Ele foi pra cima do rapaz que é alto, mas é magro, o empurrando para trás. Depois do murro, o nariz dele estava sangrando muito e ele ficou indignado, enquanto o Dileno saiu da boate sem dificuldade”, afirmou.

Dileno confirmou a briga, mas disse que se defendeu de agressões. “O cara chegou falando, gritando perguntando quem eu era e o que eu estava fazendo lá, se era convidado. Então, eu o puxei pelo pescoço e disse no ouvido dele que eu tinha ido ali só pra curtir a festa e que ele estava sendo ignorante, mas ele continuou e bateu no meu peito”, disse.

O faixa preta de jiu-jitsu contou que se sentiu constrangido porque o rapaz estava alterado e gritando com ele na frente de todos. Dileno afirmou que estava sozinho e que não estava bebendo, por causa dos treinos. “Quando acordei já estava sendo acusado em redes sociais e isso pode me prejudicar muito”, disse.

A luta mais recente de Dileno aconteceu em março no Arzebaijão contra um russo, no Absolute Championship Berkut (ACB), onde ele saiu vencedor. O ex-UFC treina na academia Nova União, em Manaus.

O rapaz envolvido na briga registrou a agressão no 10º DIP. A reportagem tentou acesso ao B.O., mas foi informada que o caso já virou inquérito e que somente as partes têm acesso ao documento. O caso foi encaminhado para o 12º DIP, onde o lutador também registrou boletim, em que relata sua versão da história.