Homem que morreu após queda em precipício tem corpo removido após 30h

Além de Erilton Catão da Silva, de 35 anos, outros dois homens estavam no veículo, que caiu no final da pista, em Tefé. Acidente aconteceu no último sábado

Carla Albuquerque / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Depois de quase 30 horas, o corpo de Erilton Catão da Silva, 35, que estava preso as ferragens, após o carro no qual ele estava ter caído em um precipício, em Tefé (a 522 quilômetros de Manaus), foi removido, na manhã desta segunda-feira (16). Além dele, outros dois homens estavam no veículo. A dupla sofreu ferimentos, mas passa bem. As informações são do comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar (BPM) tenente-coronel Fábio Honda.

Acidente aconteceu no último sábado, em Tefé (Foto: Divulgação/PM)

Conforme informações do tenente-coronel, por volta das 20h27, do último sábado (14), os policiais do 3º BPM foram informados que, no quilômetro 23 da Estrada da Emade, na zona rural de Tefé, uma Ford Ranger preta, de placa NSN-4983, ocupada por três cidadãos, tinha caído no final da pista.

De acordo com Honda, Erilton que morava em Tefé, morreu no local e Ismael Catão Pord, 36, e Francinaldo Morais Peixoto, 35, encontram-se no hospital local, sem perigo de morte.

Segundo informado pelo tenente-coronel, não foram localizadas pela PM testemunhas do acidente. “Mas como não foram encontradas marcas de frenagem na pista, presume-se que o motorista não teve tempo ou oportunidade de frear, tendo o veículo caído a uma distância de, aproximadamente, 25 metros da beira da pista, numa cratera de cerca de 13m de profundidade”, disse.

Em decorrência das dificuldades de acesso ao local da queda, o corpo de Erilton foi removido somente na manhã desta segunda-feira. Segundo o comandante, o veículo foi retirado com o apoio da de um caminhão munck e um guincho plataforma cedidos pela prefeitura da cidade.

Acidente aconteceu no último sábado, em Tefé (Foto: Divulgação/PM)