Lancha usada por equipe da Globo estava em alta velocidade e destruiu canoa, diz família

O agricultor Paulo Henrique Xavier, pai do adolescente que morreu no acidente, também ficou ferido. "Na hora do impacto, tive certeza que meu filho estava morto", disse

Filipe Távora / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A canoa onde o estudante Lucas Henrique Xavier, 15, estava junto com o pai, na madrugada desta quinta-feira (13), foi completamente destruída ao colidir com uma lancha usada por equipes da Rede Globo, no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus. O agricultor Paulo Henrique Xavier, 44, pai do adolescente que morreu no acidente, contou à reportagem da REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (RDC) que a lancha trafegava em alta velocidade.

O estudante Lucas Henrique Xavier, 15, morreu durante o acidente (Foto: Divulgação/Família)

O familiar disse, ainda, que o adolescente quebrou o braço, o maxilar, e as duas pernas no momento da colisão, e morreu na hora. “No momento do impacto, eu tive a certeza de que meu filho já estava morto”, disse o agricultor.

O pai da vítima, que pilotava a canoa, contou que os dois estavam indo à casa da avó, na comunidade Jefferson Peres, localizada no entorno do ramal do Pau Rosa, no Tarumã. O pai do jovem teve o braço direito ferido durante o acidente.

Ainda segundo Paulo, o estudante iria à escola, logo após visitar a avó. “A gente estava fazendo aquele percurso de todo dia. Eu só senti o impacto. [A lancha] passou por cima e [o corpo de Lucas] foi jogado na água”, relatou o agricultor.

O pai de Lucas afirmou, também, que a lancha, que levava a equipe da emissora deu meia volta, após o acidente, e prestou apoio médico à família. Paulo contou que o filho o ajudava nas atividades de agricultura e que era estudioso.

Leia também: Marinha investiga acidente que deixou adolescente morto durante gravações da Globo

Sobre o acidente

Em nota, a Rede Globo informou que a lancha dava apoio às gravações de ‘Aruanas’, coprodução da Globo e da Maria Farinha Filmes. O Corpo de Bombeiros foi acionado para o local, por volta das 5h12, e fez o transporte do adolescente para o Pronto-Socorro da Criança, situado no bairro Compensa, zona oeste de Manaus.

Acidente aconteceu na madrugada desta quinta-feira (13), nas águas do Rio Negro (Foto: Divulgação/Vitor Massulo)

A Rede Globo informou, em nota, que lamenta a morte do adolescente. “A Maria Farinha Filmes e a Globo lamentam profundamente o ocorrido e estão ao lado da família e dos envolvidos, para providências e apoio com todo o necessário. As autoridades locais estão apurando o acidente e as gravações do dia foram canceladas”.

A direção do Pronto-Socorro da Criança informou, por meio de assessoria, que Lucas deu entrada na unidade com traumatismo cerebral difuso e já sem vida. Foram feitos procedimentos de manobra de ressuscitação cardiopulmonar, sem resultados. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Recomendações

O sargento Denis Wilson, do Corpo de Bombeiros, aconselhou à população a obedecer as normas de segurança da marinha, ao trafegarem em vias fluviais. “[É preciso] que os condutores das embarcações estejam habilitados para dirigi-las”.

Segundo ele, também é essencial que o piloto e os passageiros dos veículos estejam equipados com coletes salva-vidas, durante o trajeto. O sargento salientou, ainda, que a navegações noturnas precisam ser feitas com iluminação adequada. “A gente sabe que, regionalmente, essas canoas não têm iluminação adequada. Então, recomenda-se que você não as pilote, caso não tenha experiência ou não conheça o local, para não correr o risco de sofrer um acidente, pondo a sua vida, e a de terceiros, em risco”, recomendou o sargento.