Manaus recebe debate sobre mudanças na educação

Evento promovido pelo Sistema Positivo de Ensino propõe discussão sobre o atual cenário e possibilidades para o campo da educação

Manaus – Os avanços tecnológicos e as novas gerações – tanto de pais, quanto de alunos – trouxeram para dentro das escolas a necessidade urgente de acompanhar as mudanças. Isso faz com que os especialistas questionem e reavaliem o papel das escolas e dos docentes. “Quando se trata de educar e mediar o conhecimento, não se pode permanecer no mesmo ponto de antes. É preciso refletir, conhecer e discutir para avançar rumo ao futuro”, afirmou a diretora pedagógica da Editora Positivo, Acedriana Vicente Sandi.

‘Um Dia Positivo’ será realizado na próxima segunda-feira (27) e pretende reunir cerca de 250 gestores e 700 professores de escolas da capital amazonense. (Foto: Divulgação)

Para transformar o debate de ideias no caminho mais próximo para tais avanços, ocorre em Manaus o evento ‘Um Dia Positivo’, na próxima segunda-feira (27). Promovido pelo Sistema Positivo de Ensino, o encontro pretende reunir cerca de 250 gestores e 700 professores de escolas da região. Para Acedriana, “é preciso ir muito além de oferecer um ensino associado às novas tecnologias. Devemos estar aptos a preparar o aluno não apenas para a aprendizagem das disciplinas, mas para trabalhar conteúdos que lhe sejam significativos e façam parte da sua realidade”.

O encontro será realizado em dois locais, simultaneamente – com conteúdos voltados a gestores das escolas e professores, separadamente. Na programação para gestores, o educador e consultor Leandro Henrique de Souza vai falar sobre os pontos chaves que precisam ser considerados nesse processo de mudança e adaptação: tecnologia, novas gerações, as novidades no mercado de trabalho e as competências que precisam ser ensinadas para a formação dos novos profissionais.

O filósofo e professor Clóvis de Barros Filho falará sobre ética na educação. Também estão previstos debates sobre a mudança no comportamento dos pais no processo de escolha da escola, com o gerente de comunicação e eventos da Editora Positivo, Luciano Selleiro; como promover o ensino da língua inglesa com excelência internacional, com Luiz Fernando Schibelbain, diretor do PES (Positivo English Solution); e como gestores escolares podem driblar incertezas em cenário de crise com estratégias criativas, com o coordenador e professor de programas de MBA da Universidade Positivo nas áreas Tributária, Contábil e de Controladoria, Marco Aurélio Pitta.

Enquanto os gestores assistem às palestras, os professores participam do programa de cursos. O tema deste ano é ‘A educação mudou. As aulas, também.’ “As mudanças propostas pela nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) vão permitir ao estudante desenvolver o senso crítico para assimilar melhor o conteúdo e a realidade ao seu redor, além da conquista de maior autonomia”, afirmou Acedriana. O programa de cursos do Sistema Positivo de Ensino reflete essas mudanças e propõe aos professores diferentes possibilidades, visando o aprimoramento contínuo dos docentes para o enfrentamento das mudanças em sala de aula. São 5.800 horas de cursos presenciais que orientam os professores nas práticas escolares, a fim de potencializar o ensino e a aprendizagem.

Sobre a Editora Positivo

Fundada em 1979, a Editora Positivo tem a missão de construir um mundo melhor por meio da educação. Tendo as boas práticas de ensino como seu DNA, a Editora especializou-se ao longo dos anos e tornou-se referência no segmento educacional, desenvolvendo livros didáticos, literatura infantil e juvenil, sistemas de ensino e dicionários. A Editora Positivo está presente em milhares de escolas públicas e particulares com os seus sistemas de ensino. Amplamente recomendados pela área pedagógica e reconhecidos pelos seus resultados, os sistemas foram criados de modo a atender a realidade de cada unidade escolar. Mais de 800 mil alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão.

Sobre o Sistema Positivo de Ensino

É o maior e mais tradicional sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece às escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também a família do aluno com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que o auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico focadas em diversas disciplinas, enquanto os gestores recebem recursos de apoio para a administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados às áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas. A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltados à educação. Presente em 1.890 escolas e atendendo mais de 500 mil alunos em 950 municípios do território nacional, o Sistema Positivo de Ensino está presente em 20 escolas do Amazonas, atendendo mais de 5 mil alunos do Estado. Na capital, são 17 escolas conveniadas e mais de 4.500 alunos atendidos.

Entre as escolas conveniadas no estado do Amazonas, estão:

  • Centro Educacional Sandra Cavalvante – Manaus
  • Instituto Professor Denizard Rivail – Manaus
  • Escola Celus – Manaus
  • Instituto Hilda Ferreira – Manaus
  • ADCAM – Associação para o Desenvolvimento Coesivo da Amazônia – Manaus
  • Instituto de Ensino Thiago Brandão de Oliveira – Manaus
  • Novo Recanto Interativo – Manaus
  • Colégio Nossa Sra. do Rosário – Itacoatiara
  • Centro de Educação Evangélico Betel – Humaita
  • Escola Concórdia – Manaus