Matrículas para a rede estadual de ensino iniciam, neste sábado

Segundo a Seduc, todo o procedimento de matrícula deve ser realizado pelo site www.matriculas.am.gov.br ou pelo aplicativo ‘Matrículas Amazonas’. Ao todo 137.128 novas vagas estão sendo ofertadas

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Os pais e responsáveis interessados em matricular os novos estudantes na rede pública, terão cinco dias para buscar a vaga. O período que começa às 00h deste sábado (13), segue até as 23h59 do dia 18 de janeiro. Segundo a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), todo o procedimento de matrícula deve ser realizado pelo site www.matriculas.am.gov.br ou pelo aplicativo ‘Matrículas Amazonas’. Ao todo 137.128 novas vagas estão sendo ofertadas. O ano letivo deste ano está previsto para iniciar no dia 15 de fevereiro.

O secretário de Educação, Lourenço Braga, informou que os pais não precisam dormir na frente das escolas para conseguir uma vaga para o filho, já que todo o atendimento pode ser feito pela internet, de casa, ou até mesmo pelo aparelho celular.

A Seduc garantiu que uma equipe de plantão composta por técnicos e analistas das áreas de infraestrutura, segurança da informação, banco de dados, desenvolvimento e plataforma alta vai trabalhar desde a meia-noite deste sábado (13), para evitar problemas (Foto: Divulgação/Seduc)

Após a realização do cadastro e a reserva de vagas, via site ou aplicativo, os pais ou responsáveis terão três dias úteis para comparecerem à escola escolhida com toda a documentação do aluno. Somente com a entrega dos documentos, o processo de matrícula estará concluído e essa confirmação é presencial. Para quem perder os prazos do calendário das matrículas 2018, haverá atendimento a partir do dia 19 de janeiro.

Sobrecarga no site e aplicativo

No ano passado cerca de 24 mil pessoas usaram a internet para efetuarem as matrículas. No aplicativo Matrículas Amazonas, criado pelo Processamento de Dados do Amazonas S.A (Prodam), foram registrados mais de 16 mil atendimentos.

De acordo com dados da Prodam, os próximos cinco dias deve ter o maior volume de acessos. No entanto, segundo a instituição, uma nova estratégia de pessoal e de recursos tecnológicos para evitar problemas de conexão nas horas de pico do atendimento online já foi desenvolvida.

De acordo com o responsável pelo aplicativo, Gilson Sena, a capacidade de atendimento via site de matrículas aumentou em 30% e, em 50%, para os acessos pelo aplicativo.

A Seduc garantiu que uma equipe de plantão composta por técnicos e analistas das áreas de infraestrutura, segurança da informação, banco de dados, desenvolvimento e plataforma alta vai trabalhar desde a meia-noite deste sábado (13), para evitar problemas.

“Estamos trabalhando para que o processo de matrículas online ocorra dentro da normalidade, sem incidentes”, disse o presidente da Prodam, Fábio Naveca. Uma redução de 40% nos suportes presenciais, em relação a 2016, foi registrado pela secretaria.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES