Motociclista morre em trecho conhecido como ‘curva da morte’, na Efigênio Sales

Segundo o Samu, a moto em que ele estava colidiu contra um poste em frente a um motel. O Samu informou, ainda, que o jovem teve traumatismo craniano e torácico

Stephane Simões / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Jean Mota Teixeira, 25, morreu, na manhã desta quarta-feira (16), em um acidente de trânsito, em um trecho conhecido como ‘curva da morte’, na Avenida Efigênio Sales, zona centro-sul de Manaus. De acordo com informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o jovem teve traumatismo craniano e torácico, após colidir a motocicleta em que estava contra um poste, em frente a um motel.

Segundo o Samu, a moto em que ele estava colidiu contra um poste em frente a um motel (Foto: Eraldo Lopes)

Conforme o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus (Manaustrans), a vítima conduzia uma Honda 190, de placa PHJ-2228.

Funcionários do motel informaram que o jovem estava de capacete no momento do acidente. O auxiliar de pedreiro
Francimar Oliveira, 28, contou que passou pelo local, por volta das 8h, e viu o corpo que tinha se chocado contra o poste. “Eu estava passando de moto, quando vi ele jogado. Uma parte da costela dele estava toda torta. Rapidinho juntou um monte de gente (no local do acidente)”, relatou.

Oliveira, que também usa uma motocicleta para se locomover, informou que o trecho é conhecido como ‘curva da morte’ e que muitos acidentes acontecem no local. “Ele tinha um fone que estava caído no meio do peito dele. Motociclista não pode usar fone, porque tira a atenção. Com certeza, ele foi desviar de alguma coisa e entrou logo no poste”, lamentou.

O Samu informou que a morte foi imediata e que o impacto que o corpo sofreu indica que a motocicleta estava em alta velocidade.