Novo Boletim da FVS confirma 26 óbitos por H1N1, no Amazonas

Dos 26 óbitos por H1N1 no Estado, foram registrados 21 em Manaus, dois em Manacapuru, um em Parintins, um em Itacoatiara e um em Japurá

Da redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A edição nº 9/2019 do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Estado do Amazonas, atualizada na tarde desta sexta-feira (15) pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), registra 26 óbitos por H1N1 no Estado, sendo 21 em Manaus, dois em Manacapuru, um em Parintins, um em Itacoatiara e um em Japurá.

Ainda segundo o boletim, são seis óbitos confirmados por Vírus Sincicial Respiratório, sendo cinco de Manaus e um de Borba, além de um óbito em Manaus por Parainfluenza tipo 3. São 586 casos notificados e 106 positivos para o Vírus da Influenza A (H1N1) e 92 para Vírus Sincicial Respiratório (SRV).

Governo Federal anunciou envio de lote de vacinas contra H1N1 ainda nesta sexta-feira (15) (Foto: Divulgação)

Em relação aos pacientes que evoluíram para óbitos, dos 33 ocorridos neste período, entre fevereiro e março, 72% faziam parte de grupo de risco mais vulnerável para formas graves, com destaque para crianças menores de cinco anos, idosos, pessoas com diabetes, pneumopatas, pessoas com obesidade e neuropatas.

Vacinação 

Cumprindo agenda oficial em Brasília (DF), nesta sexta-feira (15), o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, esteve reunido com o ministro da Saúde (MS), Luiz Henrique Mandetta, que garantiu, ainda nesta sexta, o envio do primeiro lote de vacinas contra o vírus H1N1 para a capital do Amazonas. Ao todo, será enviado 1 milhão de doses da vacina trivalente para todo o Estado, das quais 455.083 serão destinadas para o público-alvo da capital.