Aluno da UEA baleado em parada de ônibus tem estado de saúde estável, diz Susam

Josias Maia dos Santos foi atingido com três tiros, durante uma tentativa de assalto. Conforme a Susam, ele segue internado no HPS 28 de Agosto, ainda sem previsão de alta

Édria Caroline / redacao@diarioam.com.br

Manaus – É estável o estado de saúde do estudante de licenciatura em computação da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Josias Maia dos Santos, 22, porém sem previsão de alta, de acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Saúde (Susam). Josias foi baleado durante uma tentativa de latrocínio, na noite da última quarta-feira (10), em uma parada de ônibus, na Avenida Darcy Vargas, zona centro-sul de Manaus.

Josias Maia dos Santos foi atingido com três tiros, durante uma tentativa de assalto (Foto: Reprodução/Facebook)

A Susam informou, por meio de nota, na manhã desta quinta-feira (11), que o estudante recebeu atendimento na emergência, foi estabilizado e encaminhado para a enfermaria do Hospital Pronto Socorro 28 de Agosto, zona centro-sul, onde segue em observação. O quadro de saúde é considerado estável, mas sem previsão de alta.

O reitor da UEA, Cleinaldo Costa, se pronunciou sobre o caso por meio das redes sociais, e afirmou que visitou a vítima, na noite dessa quarta, e conversou com os pais dela e com a equipe cirúrgica de plantão.

“Lamento profundamente o episódio e o risco a que estamos diariamente expostos. Amanhã de manhã (11) farei contato com a Secretaria de Segurança, solicitando mais uma vez o reforço e presença no entorno de todas as nossas Unidades na capital e interior”, disse, acrescentando que a Pró-Reitoria de Extensão e o próprio retiro vão acompanhar a recuperação do estudante.

Atingido ao sair da faculdade

O universitário Josias Maia dos Santos, 22, foi atingido com três tiros, durante uma tentativa de assalto, em uma parada de ônibus, na avenida Darcy Vargas, bairro Parque Dez, zona centro-sul da capital, por volta das 19h desta quarta-feira (10).

A suspeita é de que o universitário havia acabado de sair da unidade da Escola Superior de Tecnologia (EST) da UEA, e sofreu uma tentativa de assalto, quando acabou sendo atingido com três tiros, que acertaram o tórax, mão e braço direito.

À REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (RDC), policiais militares da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), contaram que o assaltante fugiu, mas ainda não foi possível afirmar se algum objeto foi levado do universitário.