Após morte de PM, motorista envolvido em acidente segue sem se apresentar à polícia

O motorista da BMW que colidiu com a motocicleta do sargento da Polícia Militar (PM) Sérgio Ramos, 49, ainda não foi localizado e não se apresentou à polícia, segundo informações da Polícia Civil (PC).

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O motorista da BMW que colidiu com a motocicleta do sargento da Polícia Militar (PM) Sérgio Ramos, 49, ainda não foi localizado e não se apresentou à polícia, segundo informações da Polícia Civil (PC). O acidente que matou o sargento ocorreu na tarde da última quinta-feira (8), por volta das 16h, na Avenida Santos Dumont, bairro Tarumã, zona oeste de Manaus. De acordo com a PM, o motorista da BMW fugiu sem prestar socorro e abandonou o veículo no local.

De acordo com a PM, o motorista da BMW fugiu sem prestar socorro e abandonou o veículo no local. (Foto: Reinaldo Okita)

A PC informou que de acordo com o delegado Luiz Humberto Monteiro, titular da Delegacia Especializada em Acidente de Trânsito (Deat), até o momento, o condutor do veículo da montadora BMW, de cor branca, modelo 320I, fabricado no ano de 2017, não se apresentou em nenhuma delegacia.

“O homem que ocasionou o acidente fugiu sem prestar ajuda à vítima fatal. Um suspeito já foi identificado e deve se apresentar na Deat. Mais informações sobre quais crimes o homem deve responder, só poderão ser repassadas após o autor ser ouvido na especializada”, diz a Polícia Civil, em nota.

A PC informou que o caso já está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Acidentes de Trânsito (Deat), que faz diligências e analisa informações da perícia. “O condutor do veículo está sendo aguardado para prestar esclarecimento sobre o acidente”, informou PC, por meio da assessoria de comunicação.

Sargento morre após tocar em enterro de colega

A assessoria de comunicação da PM informou que Sérgio Ramos estava voltando de um velório de outro colega policial onde realizou uma “escolta fúnebre”. Ele tocava corneta na banda da Polícia Militar. Sérgio Ramos tinha 26 anos de trabalhos à frente da PM.

Ele tocava corneta na banda da Polícia Militar. Sérgio Ramos tinha 26 anos de trabalhos à frente da PM. (Foto: Sandro Pereira)

Segundo a Polícia, uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) foi encontrada dentro do veículo, mas ainda não é possível confirmar se pertencia ao motorista. A PM também informou que foram feitas buscas no endereço informado na CNH, mas nada e nem ninguém foi encontrado.

De acordo com peritos criminais do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), a colisão frontal ocorreu após a BMW fazer uma ultrapassagem. A vítima quebrou o pescoço e morreu na hora. O caso também foi registrado no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES