Borracheiro é morto com cinco tiros, no Novo Aleixo

Policiais militares da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) relataram que um grupo armado chegou à borracharia onde a vítima estava e efetuaram os disparos

Manaus – O borracheiro Luan Freitas dos Santos, 21, morreu na noite desta quarta-feira (23), após ser atingido com cinco tiros, em frente a uma escola estadual, na Avenida Ramos D, bairro Novo Aleixo, zona norte de Manaus. A vítima ainda foi socorrida e levada na carroceria de uma picape, mas morreu ao dar entrada no Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) Danilo Corrêa, também na zona norte da cidade.

Vítima ainda foi socorrida e levada na carroceria de uma picape, mas morreu ao dar entrada no Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) Danilo Corrêa. (Foto: Jucélio Paiva/Divulgação)

Esta foi a segunda morte violenta registrada na capital, em menos de duas horas. Por volta das 19h, um jovem ainda não identificado foi executado com seis tiros, em um beco, na comunidade Grande Vitória, bairro Gilberto Mestrinho, zona leste da cidade.

Policiais militares da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) relataram que um grupo armado chegou à borracharia onde a vítima estava e efetuaram os disparos. Dos cinco tiros que atingiram o borracheiro, três acertaram a cabeça, um o tórax e o outro a virilha, segundo informações de funcionários do Instituto Médico Legal (IML), que fizeram a remoção do corpo do SPA.

A reportagem tentou conversar com com a madrasta da vítima, que fez a identificação do corpo na unidade de saúde, mas ela não quis comentar sobre o caso.

Os policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) foram acionados para o local e vão investigar o caso.