Cabeleireiro é morto estrangulado, na Cidade Nova

Polícia suspeita de latrocínio - roubo seguido de morte. Câmaras de segurança registraram suspeito do crime saindo da casa da vítima com com objetos, como TV, ventilador e outros pertences pessoais

Édria Caroline / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O cabeleireiro Waldemir Rodrigues Cardoso, 53, foi encontrado morto com as mãos e os pés amarrados, dentro da própria casa, na Rua Edgar Cayse, Núcleo 4, bairro Cidade Nova, na zona norte de Manaus, na manhã desta sexta-feira (9). No corpo do homem, também foram encontrados sinais de estrangulamento.

O cabeleireiro Waldemir Rodrigues Cardoso, 53, foi encontrado morto com as mãos e os pés amarrados (Foto: Reprodução/Sandro Pereira)

De acordo com a equipe de investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), câmeras de segurança instaladas próximas à casa da vítima, identificaram que um homem entrou no imóvel por volta das 22h dessa quinta-feira (8) e saiu às 4h desta sexta-feira (9), com objetos, como TV, ventilador e outros pertences pessoais que estavam no interior da residência.

O homem fugiu, com um comparsa, em um veículo modelo Saveiro vermelho, de placa não divulgada pela polícia, para que o andamento da investigação não seja interrompido.

Zezila Bezerra Cardoso, 49, sobrinha da vítima, afirmou que uma quantia de aproximadamente R$ 5 mil, em espécie, foi furtada da casa. A mulher disse, ainda, que o tio não tinha inimigos. “Ele morava aqui na rua há bastante tempo. Todo mundo o conhecia, gostava dele. Ele atendia as pessoas na hora em que elas chegavam. Não sabemos quem pode ter feito isso com ele”, disse.

Waldemir foi morto estrangulado. O corpo dele foi encontrado por um vizinho, dentro do quarto da casa. Ele estava com as mãos e os pés amarrados.

O caso está registrado na DEHS, mas deve ser repassado à Delegacia Especializda em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), por se tratar de latrocínio – roubo seguido de morte.