Casal é preso suspeito de manter homem em cárcere privado; valor do INSS seria motivação

Edson dos Santos, 33, acusa Maria Odete Ribeiro Printes e José Nilton Matos Siqueira de o manterem dopado em uma casa, no bairro Mauazinho, zona leste da capital, durante um mês

Vanessa Oliveira / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Edson dos Santos, 33, registrou queixa, no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na manhã deste domingo (10), após conseguir fugir da casa onde, segundo ele, estava sendo mantido em cárcere privado pelo casal Maria Odete Ribeiro Printes, 47 e José Nilton Matos Siqueira, 46. A residência é localizada no Parque Mauá, no bairro Mauazinho, zona leste da capital.

De acordo com informações de um sargente do Polícia Militar (PM) com base no depoimento da vítima, Edson chegou a 29ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) alegando ter sido mantido em cárcere privado por, pelo menos, um mês. Ainda conforme o sargento, tudo começou quando o casal ofereceu a casa deles para que a vítima ficasse hospedado durante processo de recuperação médica.

Conforme informações repassadas por  Edson, que é oriundo de Japurá (a 744 quilômetros a noroeste de Manaus) e está na capital para a realização de uma cirurgia de retirada de um tumor no cérebro, após um ano ‘morando’ em hospitais, Odete e José ofereceram a residência deles para a vítima morasse durante o tratamento, mas assim que recebesse seu benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), ele deveria fazer o repasse do valor ao casal.

Edson relatou, também, que passou um mês sem poder sair da casa e que era constantemente dopado com Diazepam (remédio controlado e que tem forte efeito calmante).

Na manhã deste domingo, com ajuda do filho de Odete e José, Edson conseguiu fugir e foi à 29ª Cicom, onde relatou o caso à equipe policial. O casal foi encontrado em uma feira, no bairro Mauazinho, por uma equipe da Polícia Militar e encaminhado ao 14º DIP, onde está à disposição da Justiça.

O casal foi preso em uma feira, no bairro Mauazinho, zona leste da capital (Foto: Vanessa Oliveira/Divulgação)