Conselho Tutelar denuncia mãe que espancou filha com taco de baseball, no São José

A adolescente disse que sofreu as agressões, pelo corpo e na cabeça, após ir a uma lan house e retornar cerca de duas horas depois. Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar o caso

Jucélio Paiva / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Uma adolescente de 15 anos foi espancada com um taco de baseball, pela própria mãe, após sair de casa para ir a uma lan house, e passar cerca de duas horas no local, no bairro São José 2, zona leste da capital. Por causa dos hematomas pelo corpo e cabeça, a vítima passou mal após prestar depoimento na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), na tarde desta quarta-feira (16), e precisou ser levada ao Hospital e Pronto-Socorro da Criança da Zona Oeste, no bairro Compensa, conforme afirmou a conselheira tutelar Iolene Oliveira, do Conselho Tutelar da Zona Leste 2.

Conselho Tutelar denuncia mãe que espancou filha com taco de baseball, no São José (Foto: Divulgação/Conselho Tutelar)

A Polícia Civil do Amazonas afirmou que a adolescente apresentava diversos hematomas pelo corpo. Por meio de assessoria de imprensa, a delegada titular da Depca, Laura Câmara, informou que a vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML), para realização do exame de corpo de delito, e, em seguida, será levada a um abrigo, em razão da alta periculosidade apresentada pela mãe dela, que não teve a idade divulgada.

De acordo com a conselheira tutelar Iolene Oliveira, a agressão ocorreu, no fim da tarde de terça-feira (15), na casa onde a jovem mora com a mãe, no bairro São José 2. “As pancadas foram muito fortes na cabeça e pernas da adolescente. Soubemos do caso porque a vítima contou para uma amiga, que fez a denúncia hoje (16), no Conselho Tutelar”, disse.

A adolescente contou à conselheira que é espancada pela mãe desde os sete anos. A mãe da vítima ainda foi denunciada por abandonar a filha em casa, segundo a conselheira Iolene Oliveira. “A vítima disse que a mãe dela trabalha em uma mineração, e chega a ficar de dez a quinze dias fora de casa”, contou.

Durante depoimento na Depca, a jovem relatou que foi espancada pela mãe dela, após pedir para ir a uma lan house, por volta das 15h de terça-feira, e retornar duas horas depois. Ao chegar em casa, ela passou a ser agredida.

Um inquérito policial foi instaurado para investigar o caso e a mãe da adolescente espancada deverá responder pelos crimes de lesão corporal, ameaça, injúria e abandono de incapaz, segundo a PC.