Corpo de mulher é encontrado com marcas de estrangulamento, na União

De acordo com a polícia, o corpo estava com uma corda enrolada no pescoço, e foi jogado na rua Pires de Carvalho, próximo a uma ponte

Gisele Rodrigues / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Com marcas de estrangulamento e uma corda enrolada no pescoço, o corpo de Lucinéia dos Santos, 41, foi jogado, por volta das 18h30 deste sábado (11), próximo ao uma das pontes da Comunidade União, no bairro do Parque Dez de Novembro, na zona centro-sul da capital.

Corpo foi encontrado na noite deste sábado (Foto: Jimmy Geber)

A mulher, segundo informações da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), foi deixada na rua Pires de Carvalho por dois homens, ainda não identificados. O modelo veículo usado para a ‘desova’ do corpo não foi divulgado.

A mulher estava enrolada em um lençol, e, conforme o Instituto Médico Legal (IML), sofreu uma constrição de pescoço. A reportagem tentou contato com a mãe da vítima, por meio do telefone (92) XXXX-0540, mas, até a publicação desta matéria, não teve sucesso.

Vizinhos da localidade estavam apreensivos e preferiram não falar sobre o ocorrido, por medo de represálias. Mas uma moradora, de um 31 anos, afirmou que a mulher tinha, pelo menos, seis filhos e frequentava a área, que é reduto de bocas de fumo.

O responsável pela morte ainda não foi identificada pela polícia, que segue investigando o caso.