Criança tem cabeça esmagada por ônibus ao tentar atravessar rua, no bairro Flores

O menino tentava atravessar a rua quando o motorista do ônibus da empresa São Pedro, que não teve o nome divulgado, invadiu a contramão para ultrapassar outro coletivo, e atingiu a criança

Jucélio Paiva / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Maciel de Souza Lima, de apenas 6 anos, teve a cabeça esmagada após ser atropelado por um ônibus da linha 626, do transporte público de Manaus, quando tentava atravessar a Rua Ademar Freire, bairro Flores, zona centro-sul da capital, no fim da tarde de domingo (13).

O menino tentava atravessar a rua quando o motorista do ônibus da empresa São Pedro, que não teve o nome divulgado, invadiu a contramão para ultrapassar outro coletivo, e atingiu a criança.

Maciel foi atropelado por um ônibus quando tentava atravessar a rua. (Foto: Divulgação/Família)

A vítima brincava de futebol com um grupo de amigos, em um campo improvisado, próximo ao local do atropelamento. Maciel atravessou a rua para tomar água na torneira de um condomínio, e foi atropelado quando voltava para o campo, segundo informações da tia dele, Mayra Pinheiro de Lima, 25.

Revoltados, moradores da área depredaram o ônibus, levando motorista e cobradora a fugirem do local por conta da ameaça de agressão. Horas depois, o motorista se entregou e foi levado por policiais militares da 12ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) para prestar depoimento no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

O corpo de Maciel foi enterrado por volta das 15h desta segunda-feira (14), no Cemitério Parque Tarumã, bairro Tarumã, zona oeste da capital.

Por meio de nota enviada pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), a empresa Viação São Pedro informou que está apurando a causa do acidente ocorrido na tarde deste domingo no bairro Flores, que vitimou uma criança. A nota informa ainda que a empresa está prestando assistência aos familiares da vítima.