Crianças, professores e funcionários são feitos reféns durante assalto em escola na BR-174

As vítimas foram amarradas e algumas pessoas chegaram a desmaiar durante a ação. Os homens fugiram levando celulares e a chave de um micro-ônibus que faz o transporte escolar dos estudantes

Jucélio Paiva / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Cinco criminosos armados fizeram crianças, professores e outros funcionários reféns, durante um assalto na Escola Municipal Padre Calleri, no Km 12 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), na tarde desta quinta-feira (9). As vítimas foram amarradas e algumas pessoas chegaram a desmaiar durante a ação dos criminosos, conforme informações de policiais militares da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

As vítimas foram amarradas e algumas pessoas chegaram a desmaiar durante a ação (Foto: Eraldo Lopes)

As aulas na escola de ensino fundamental foram suspensas nesta sexta-feira (10). Em nota, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que os homens fugiram levando celulares e a chave de um micro-ônibus que faz o transporte escolar dos estudantes da unidade de ensino. A secretaria informou que a polícia foi acionada, e ressalta que se trata de uma situação de segurança pública, e que espera que o problema seja resolvido o mais rápido possível.

Consta no relatório do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) que o assalto ocorreu por volta das 13h53. Armados com arma de fogo, os criminosos renderam as vítimas, e após roubar os celulares, fugiram por uma área de mata. Após o assalto, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para prestar socorro às vítimas.

O caso foi registrado no 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas até a tarde desta sexta-feira nenhum dos assaltantes tinha sido identificado.