Dupla tortura e mata idosa para roubar R$ 500

Usando máscaras, a adolescente rendeu a comerciante e a enforcou. Com a ajuda de Eliomar passaram a torturar a idosa para que ela entregasse o dinheiro

Carla Albuquerque / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Eliomar da Silva Fonseca, 21, e uma adolescente de 16 anos confessaram à polícia terem assassinado a comerciante Lely Braga de Almeida, 83, no último dia 22 de dezembro, no Colônia Terra Nova 2, na zona norte de Manaus. A idosa foi agredida com pancadas na cabeça e enforcada. Conforme o delegado especializado em roubos, furtos e defraudações, Adriano Félix, a dupla roubo da vítima a quantia de R$ 500.

O crime aconteceu após a dupla invadir a casa da idosa, localizada na rua São Miguel do Tucumã, no bairro Colônia Terra Nova. Segundo o delegado, o homem e a adolescente planejaram o roubo por aproximadamente dois meses. Eles eram vizinhos da vítima. No dia 22, eles pularam o muro da residência e invadiram a casa onde Lely morava.

(Foto: Sandro Pereira)

Usando máscaras, a adolescente rendeu a comerciante e a enforcou. Em seguida, junto com Eliomar, passaram a torturar a idosa para que ela entregasse o dinheiro que, segundo os suspeitos, estava em um cofre.

Após a sessão de tortura, a dupla pegou R$ 500 e fugiu do local. Os policiais, segundo o delegado, conseguiram localizar os suspeitos, após uma denúncia informado que eles estavam próximo ao local onde praticaram o crime. As equipes foram ao endereço informado e conseguiram deter a dupla.

Familiares da vítima estavam na delegacia empunhando cartazes pedindo justiça (Foto: Sandro Pereira)

Na manhã desta quinta-feira (11), durante coletiva de imprensa, Eliomar confessou participação no crime. Ele alegou que não tinha a intenção se matar a comerciante e que entraram no local apenas para roubar. “Roubamos R$ 500 e esse dinheiro usamos para comprar roupas”, afirmou.

Eliomar foi preso em cumprimento à um mandado de prisão expedido pela Justiça, nesta quarta-feira (10). Já a adolescente foi apreendida em cumprimento à um mandado de busca e apreensão. Os dois vão responder pelo crime de latrocínio. O homem será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) e a adolescente para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI).



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES