Em dois dias, homem é denunciado seis vezes por aplicar golpes em festas, em Manaus

Segundo a polícia, o homem aplicava golpes em festas de aniversário, confraternizações e casamentos. Em dois casos, o contrato do buffet foi de mais de R$ 1 mil e ele chegou no local apenas com refrigerantes

Girlene Medeiros / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Em dois dias, Izaque Barros Nunes, 37, foi denunciado seis vezes por estelionato, em seis delegacias de polícia de Manaus. O último Boletim de Ocorrência (BO), o apontando como estelionatário, foi registrado nesta quarta-feira (20), no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na zona sul da capital. Segundo a Polícia Civil (PC), ele chegou a ser detido e levado a uma Audiência de Custódia, na zona centro-sul da capital.

Segundo a PC, o homem já foi denunciando cerca de dez vezes pelo crime (Foto: Divulgação/PC)

Conforme o BO, ao qual a reportagem teve acesso, Izaque deixou 75 pessoas na mão. O grupo tinha contratado a empresa de buffet, onde ele trabalha, para fornecer guarnições de picanha, linguiça de frango, fraldinha, coxas e sobrecoxa de frango, além de arroz, vinagrete e farofa.

Ao meio-dia desta quarta-feira, conforme o registro policial, Izaque chegou com apenas uma peça de coxão mole no local da festa, no Tarumã, zona oeste. O grupo já tinha pago um adiantamento de R$ 900 do total de R$ 1,5 mil do valor contratado. De acordo com o BO, no local, Izaque disse que teve problemas com o veículo que iria transportar a carne e ainda cobrou um adendo de R$ 300 que não foram pagos. Ele se recusou a ressarcir o grupo.

Outro caso recente em que Izaque é apontado como estelionatário é uma festa de casamento em que a empresa foi contratada para oferecer o buffet e cobrou R$ 1 mil. Conforme esse segundo BO, o casal adiantou R$ 750 e Izaque levou apenas refrigerante. Segundo o BO, o buffet deveria ser entregue na Rua Noemia Cordeiro, na comunidade Novo Reino, bairro Gilberto Mestrinho, na zona leste.

Em um terceiro BO, ao qual a reportagem também teve acesso, um grupo de 120 pessoas adiantou o valor de R$ 550, de um contrato de R$ 1.100 referente ao fornecimento de alimentação para uma confraternização. Izaque levou apenas um refrigerante para a festa, que tinha sido programada para o último dia 19.

Dez BOs contra Izaque

Conforme a equipe do 1º DIP, foram seis BOs acusando Izaque como estelionatário, em situações diferentes nos dias 18 e 19 deste mês. Além desses, outros quatro boletins também foram registrados desde o início de agosto com situações semelhantes, envolvendo festas de aniversário, confraternizações e casamentos. Os boletins foram registrados no 1º, 3º, 4º, 6º, 14º e 24º DIP.