Estudante vítima de assalto é linchado após ser confundido com criminosos, diz família

Segundo os familiares, o adolescente, de anos 16, foi apontado pelos próprios assaltantes como 'ladrão'. 'Era um menino de bem, da igreja, estudava no Colégio Militar', disse um primo

Édria Caroline / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O estudante Kayube de Carvalho Oliveira, 16, foi morto a pauladas na tarde desse domingo (5), na Comunidade Val Paraíso, bairro Jorge Teixeira 4, zona leste de Manaus. Segundo familiares da vítima, o adolescente foi confundido com um assaltante e foi linchado por moradores.

 

Kayube de Carvalho Oliveira foi linchado (Foto: Raquel Miranda)

De acordo com relatos do motorista Alfredson Mendonça Alencar, 31, primo de Kayube, o jovem saiu do sítio da mãe, próximo à Rua Paracanaxi, por volta das 16h e não retornou mais. “Uns homens tentaram roubar ele, quando perceberam a população se aproximando, começaram a gritar, dizendo que ele era ladrão. Meu primo era um menino de bem, da igreja, estudava no Colégio Militar e fizeram essa brutalidade com ele”, lamenta.

O jovem foi atingido com várias pauladas na cabeça e não resistiu aos ferimentos, morrendo no local. Familiares ainda relataram que Kayube teve pertences, como tênis, relógio, celular e carteira roubados. Os suspeitos da agressão que levou a vítima à morte ainda não foram identificados e o caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Linchamento ocorreu na Comunidade Val Paraíso (Foto: Raquel Miranda)