Família cobra buscas por mulher que desapareceu após visitar marido no Compaj

Andressa Castilho de Souza desapareceu, há sete dias, após voltar andando do Compaj até a saída do ramal, que dá acesso a BR-174. Familiares querem iniciar as buscas na área por conta própria

Stephane Simões / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Andressa Castilho de Souza, 22, está desaparecida desde a última terça-feira (28), quando saiu de casa para visitar o marido, que está preso no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no quilômetro 8 da BR-174. Segundo informações do pai da vítima, Rilson Moraes de Souza, a filha saiu de casa por volta das 7h.

Mulher desapareceu após visitar o marido no Compaj (Foto: Divulgação)

Segundo Rilson, Andressa vende sucos no Centro de Manaus. Por estar atrasada, ela resolveu voltar andando da unidade até a saída do ramal. Desde então, a família não teve mais nenhuma notícia sobre o paradeiro dela. “Ela saiu de casa para deixar um rancho para o marido. Nosso último contato foi por telefone. Na hora de voltar do presídio, o ônibus que passa no ramal já havia passado e ela resolveu voltar a pé”, contou.

O Boletim de Ocorrência (BO) sobre o caso foi registrado na Delegacia Geral (DG). Segundo o pai da mulher, a polícia esteve na casa da família para coletar informações que possam ajudar nas buscas. Rilson afirma que buscas nas matas deveriam ser realizadas para tentar encontrar algum vestígio do desaparecimento da filha.

“Se o Corpo de Bombeiros não fizer as buscas, eu mesmo vou entrar na mata, com ajuda da minha família, e procurar por ela”, contou.

Para tentar chamar atenção das autoridades, uma manifestação foi organizada pela família, no último domingo (3), na entrada do ramal do Compaj. “A secretaria esteve lá e disse que nos ajudaria, mas até o momento nada foi feito”, acrescentou Rilson.

Quem tiver alguma informação que possa ajudar a encontrar Andressa, pode entrar em contato pelo telefone (92) 99104-0245.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES