Familiares voltam a cobrar buscas por vendedora que desapareceu após visita no Compaj

Nesta quarta-feira, cerca de 20 pessoas se reuniram em protesto, no ramal que dá acesso ao Compaj, pedindo agilidade nas buscas pela mulher

Jucélio Paiva / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Cerca de 20 pessoas, entre familiares e amigos da vendedora de suco Andressa Castilho de Souza, 22, se reuniram com cartazes, na entrada do ramal que dá acesso ao Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no quilômetro 8 da BR-174 (Manaus-Presidente Figueiredo), para pedir agilidade nas buscas pela jovem, que desapareceu na manhã da última terça-feira (28), após visitar o marido no Compaj.

Amigos e familiares voltam a cobrar buscas por vendedora que desapareceu após visita no Compaj (Foto: Jucélio Paiva/Divulgação)

Conforme o pai de Andressa, o pedreiro Rilson Moraes de Souza, 46, consta nos registros do presídio que a vendedora deu entrada no Compaj às 8h do dia 28, e deixou a unidade prisional às 9h50 do mesmo dia. “Viemos até aqui porque até agora a Seap (Secretaria de Administração Penitenciária) não disse nada. Tem duas câmeras na entrada do ramal, queremos ver pra ter certeza que ela saiu”, disse.

Segundo Rilson, a filha já visitava o marido, identificado por ele apenas como Júlio César, há cerca de 1 ano, no regime fechado do Compaj. Ainda segundo o pai, o medo é que a filha tenha desaparecido na área de mata próximo ao presídio, quando deixava a unidade prisional.

Um Boletim de Ocorrência (BO) sobre o desaparecimento foi registrado na Delegacia Especializada em Ordem Pública e Social (Deops), mas, até o momento, não tem nenhuma informação sobre o sumiço ou paradeiro de Andressa Castilho.

Rilson Moraes disse ainda que, nesta quinta-feira (7), quando completa uma semana do desaparecimento de Andressa, familiares e amigos devem se reunir na sede do governo, na Avenida Brasil, bairro Compensa, para chamar atenção do governador do Amazonas, Amazonino Mendes (PDT).

Qualquer informação que ajude a família a localizar Andressa Castilho pode ser repassada para o número (92) 99481-8999.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES