Foragida da Justiça é morta a tiros, em Maués; companheiro é suspeito do crime

Segundo a Polícia Civil, a suspeita é que a mulher foi morta após uma briga motivada por ciúmes. O casal, segundo a polícia, era envolvido com o tráfico de drogas

Carla Albuquerque / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A foragida da Justiça Danielle Stephanie dos Santos Gama, 32, foi assassinada a tiros, dentro da casa onde morava, em Maués (a 276 quilômetros de Manaus), na madrugada desta segunda-feira (16). De acordo com o delegado do 48ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), Rafael Schmidt, a suspeita é de que ela foi morta pelo companheiro Gilielson da Silva Souza, o ‘Buiu’, após uma briga motivada por ciúmes.

‘Buiu’ é suspeito de matar a companheira dele, Danielle Stephanie (Foto: Divulgação/PC)

O delegado informou que o crime ocorreu por volta das 3h30. De acordo com Schmidt, informações indicam que o casal passou o final de semana brigando. Durante a madrugada, durante mais uma discussão, o companheiro efetuou três disparos contra Danielle. “Além dos três tiros, havia marcas de facadas e hematomas no braço”, informou.

De acordo com investigações, o casal estava morando em Maués há cerca de três meses e era suspeito de ter envolvimento com o tráfico de drogas. Consta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) que haviam dois mandados de prisão em nome de Danielle, ambos em decorrência de condenação por tráfico.

A polícia acredita que um amigo do suspeito, identificado como Ismael dos Santos Game, o ‘Malária’, teve participação no crime. O crime é investigado pela  48ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP).

‘Malaria’ é suspeito de ter participado do crime (Foto: Divulgação/PC)