Homem é preso com armas e munições que eram alugadas para criminosos, diz PC

Com o suspeito, foram encontradas 200 munições e armas de fogo. Homem, natural do Pará, foi encaminhado para audiência de custódia

Stephane Simões / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Antônio Carlos da Silva, 39, foi preso em flagrante, na tarde dessa quarta-feira (7), em um sítio, no Ramal do Ferreira, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus, com mais de 200 munições e armas de fogo. Segundo o delegado titular do 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Torquato Mozer, as armas apreendidas eram alugadas por criminosos.

Com o suspeito, foram encontradas 200 munições e armas de fogo (Foto: Sandro Pereira)

No momento da prisão, Antônio estava com uma espingarda calibre 20, de cano duplo. Durante revista no sítio, foram encontrados mais um revólver calibre 38, um revólver calibre 38 cano curto, um revólver calibre 357 cano longo refrigerado, além de 25 munições de calibre 38, 42 munições de calibre 20, 70 munições calibre 380 e 101 munições calibre 22.

“Existia a informação de que, nesse sitio, existia a possibilidade de que essas armas estariam sendo alugadas para o cometimento de crimes na cidade”, disse o titular do 30º DIP. Perguntado se as armas seriam de alguma facção criminosa, o delegado afirmou que, inicialmente, não há informações de que pertençam a algum grupo criminoso.

Com o suspeito, foram encontradas 200 munições e armas de fogo (Foto: Sandro Pereira)

A polícia foi ao sítio após um homem, que foi recapturado por policiais na última terça-feira (6), relatar que o local estava sendo utilizado para guardar armas e munições. Na manhã dessa quarta-feira, policiais foram ao local e constataram a denúncia.

Mozer afirmou que o inquérito policial deve investigar a origem e procedência das armas apreendidas, além de verificar se as armas são roubadas. “Há uma série de detalhes, que só por meio do inquérito policial conseguiremos verificar qual é a verdadeira origem dessas armas”, acrescentou o delegado.

O delegado destacou, ainda, que Antônio é natural do Estado do Pará e, conforme levantamento policial e judiciário, não existe registro de passagem pela polícia em nome do suspeito. “Estamos verificando junto às outras unidades da federação, para verificar se existe alguma passagem em nome dele”, afirmou Mozer.

Antônio foi autuado em flagrante por posse de arma de fogo de uso permitido. Ele foi encaminhado para a audiência de custódia, na manhã desta quinta-feira (8), no Fórum Henoch Reis.