Investigador da Polícia Civil é suspeito de atuar com quadrilha em assalto a motorista da Uber

O investigador da Polícia Civil (PC), Josino Paixão de Albuquerque Tinoco, 58, e mais três homens foram presos suspeitos de assaltarem um motorista da Uber, no bairro Cidade Nova

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O investigador de Polícia Civil (PC), Josino Paixão de Albuquerque Tinoco, 58, o ex-motorista terceirizado da instituição, Harison de Souza Alencar, 39, além de Almir Maquiné da Fonseca, 50 e Edilson Ferreira Lima Junior, 19, foram presos, na tarde desta terça-feira (15), suspeitos de assaltarem um motorista da Uber, no bairro Cidade Nova, zona norte da capital.

O quarteto abordou o motorista, que estava realizando uma corrida com dois passageiros e levaram aparelhos celulares, dinheiro, além do veículo. (Foto: Jucélio Paiva/Divulgação)

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da PC. Os quatro suspeitos estão detidos no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e, nesta quarta-feira (16), serão levados para uma audiência de custódia, no Fórum Ministro Henoch Reis, no bairro São Francisco, zona sul de Manaus.

De acordo com a assessoria de imprensa da PC, o investigador Josino Paixão, ainda responderá processo administrativo junto à Corregedoria Geral do Sistema de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM).

De acordo com informações do delegado do 6º DIP, Ricardo Cunha, o quarteto abordou o motorista, que estava realizando uma corrida com dois passageiros, na avenida Noel Nutels, e levaram aparelhos celulares, dinheiro, além do veículo do motorista, um Prisma cinza OAL-3853.

O motorista da Uber, de 25 anos, pediu ajuda aos policiais militares da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que realizaram buscas e prenderam o quarteto na rua Francisco Queiroz, no conjunto Manoa, bairro Cidade Nova, em posse de celulares, dinheiro, objetos pessoais e o carro da vítima.

O investigador da PC Josino Paixão, Harison, Edilson e Almir foram autuados em flagrante por roubo.