Mulher grávida é encontrada morta dentro do prédio da Santa Casa

A vítima, Leidiane de Souza Ferreira, 20, era moradora de rua e usuária de drogas, conforme a avó. Corpo foi encontrado na manhã desta segunda-feira

Diogo Rocha  / redacao@diarioam.com.br

Leidiane de Souza Ferreira, 20, foi encontrada morta no prédio (Foto: Arquivo pessoal)
Leidiane de Souza Ferreira, 20, foi encontrada morta no prédio (Foto: Arquivo pessoal)

(Matéria atualizada às 14h15)

Manaus – Um corpo de uma mulher grávida de oito meses foi encontrado, na manhã desta segunda-feira (19), dentro do prédio abandonado da Santa Casa de Misericórdia, na Rua 10 de Julho, no Centro. De acordo com a Polícia Militar, a mulher foi morta com um tiro de arma de fogo no pescoço.

A vítima, Leidiane de Souza Ferreira, 20, era moradora de rua e usuária de drogas, conforme a avó Sônia Maria Seixas de Moraes, 56. Ainda segundo a avó de Leidiane, a família suspeita que o companheiro da neta, identificado apenas como ‘Sapo’, tenha cometido o homicídio.

Envolvido em outros homicídios, segundo a avó da vítima, ‘Sapo’ vivia ameaçando Leidiane e a explorava sexualmente para se prostituir. Na quinta-feira passada (15), foi a última vez que dona Sônia Maria viu a neta com a vida.

“Ele (Sapo) não deixava ninguém falar com a Leidiane. Tentei várias vezes tirar ela desse lugar (a Santa Casa de Misericórdia), mas ele não deixava. Era horrível, ele batia muito nela e já até a furou uma vez com faca. Eu disse para ela, deixa esse homem que ele vai acabar te matando”, disse a avó.

A avó disse, ainda, que Leidiane Ferreira abandonou, há quatro anos, a casa onde morava com a família no Morro da Liberdade, na zona sul de Manaus, após se envolver com drogas. Ela deixou uma filha de dois anos. O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) e a Polícia Civil vai investigar o caso.

Corpo foi removido pela equipe do IML nesta manhã (Foto: Raquel Miranda)
Corpo foi removido pela equipe do IML nesta manhã (Foto: Raquel Miranda)