Pai é preso suspeito de estuprar adolescente de 15 anos desde que ela tinha 8

Ele foi flagrado por vizinhos por um buraco no telhado da casa da família, no Tancredo Neves. À polícia, a adolescente afirmou que o crime também era praticado contra a irmã, hoje com 16 anos

Carla Albuquerque / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Um homem, 53, foi preso na noite desta quarta-feira (11), pela Polícia Militar (PM) por suspeita de ter estuprado da própria filha, uma adolescente de 13 anos. Os abusos aconteciam no bairro Tancredo Neves, na zona leste de Manaus. Em depoimento, segundo a Polícia Civil (PC), a jovem afirmou que era estuprada pelo pai desde os oito anos e que o crime também era praticado contra a irmã, hoje com 16 anos.

O caso foi registrado na Depca (Foto: Raquel Miranda)

De acordo com a PC, policiais da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados, por volta das 20h desta quarta, após vizinhos terem flagrado o crime, por meio de um buraco que o suspeito fez no telhado da casa, na Rua Turquesa.

Quando os policiais chegaram ao local, encontraram a menina acompanhada dos vizinhos e o suspeito dentro da casa, onde foi preso. O homem foi levado à Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), junto com a filha.

Em depoimento, a adolescente contou que na noite desta quarta-feira estava em casa, acompanhada do irmão de dois anos, que estava dormindo. Na ocasião, o suspeito pediu para que ela se despisse e virasse de bruços e praticou o crime.

A adolescente informou, ainda, que os abusos eram constantes e aconteciam sempre quando a mãe dela saía para trabalhar, ou pela parte da noite, enquanto todos estavam dormindo. Ela lembrou, conforme a PC, que também viu o pai cometer o crime contra a irmã dela, que hoje tem 16 anos.

Segundo a jovem, os abusos contra a irmã só pararam quando ela engravidou de um namorado. Ainda segundo a PC, a menina informou à polícia, que chegou a falar sobre os abusos para a mãe, mas ela não acreditou e ignorou os relatos.

Em depoimento, o suspeito negou o crime. Ele afirmou que as filhas e os vizinhos não gostam dele e, por isso, inventaram histórias falsas.

O homem foi atuado em flagrante por estupro de vulnerável. Ele será levado para Audiência de Custódia, no Fórum Henoch da Silva Reis. Foi requisitado o exame de corpo e delito da vítima.