Polícia registra dois assassinatos na noite desta quarta-feira, em Manaus

No Tancredo Neves, um mecânico foi morto com dois tiros. Na Cidade Nova, um homem também foi morto a tiros após reagir a um assalto

Jucélio Paiva / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O mecânico Adaias Alves de Souza, 39, foi executado com dois tiros na cabeça, na Rua F, na Comunidade Santa Inês, Bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital. O autor dos disparos acompanhava a vítima em uma bicicleta, quando puxou um revólver e atirou no mecânico, conforme informações do tenente Rozival Batista, da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Casos aconteceram nas zonas leste e norte da capital (Foto: Yago Frota/Divulgação)

Segundo o tenente, o mecânico teria discutido com o autor dos disparos, na oficina onde trabalhava. “A informação repassada foi que depois da discussão, o mecânico deixou a oficina caminhando e o suspeito seguiu em uma bicicleta. Quando chegou na frente de uma casa, o suspeito puxou uma arma e disparou duas vezes na cabeça da vítima”, disse.

O crime aconteceu por volta das 19h. O suspeito fugiu do local de bicicleta e, até a publicação desta matéria, não tinha sido localizado pela polícia. A motivação para o assassinato também era desconhecida.

Peritos do Departamento de Polícia Técnico-Cientifica (DPTC) confirmaram que Adaias foi atingido com dois tiros na cabeça. O corpo do mecânico foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia Especializada em Homicídio e Sequestros (DEHS) investiga o caso.

Latrocínio

Também na noite desta quarta-feira (11), o técnico em Informática, Patrick Wesley Santana de Andrade, de 22 anos, foi morto com dois tiros depois de reagir a um assalto, na Avenida Francisco de Queiroz, comunidade Monte Simão, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus. Os tiros atingiram o braço esquerdo e o tórax.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), dois criminosos tentaram roubar a moto da vítima, que reagiu e foi baleada no peito e braço. O homem ainda foi levado ao Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) do Galiléia, mas não resistiu.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES