Preso suspeito de guardar armas e munições para facção criminosa no AM

Ele foi encontrado em posse de uma pistola calibre ponto 40 milímetros, de uso exclusivo das polícias Civil (PC) e Militar (PM), um revólver calibre 38, munições e rádios comunicadores

Jucélio Paiva / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Suspeito de guardar armas, munições e rádios comunicadores para uma facção criminosa que atua no Estado, o ex-presidiário Edmar Pereira da Silva Neto, 21, foi preso, no final da tarde desta terça-feira (20), após uma denúncia anônima, na zona norte da capital. A informação foi confirmada pelo tenente Anderson Molaz, da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam).

Por volta das 17h30, Edmar foi encontrado dentro da casa onde morava, na Rua Bela Vista, bairro Novo Aleixo, em posse de uma pistola calibre ponto 40 milímetros, de uso exclusivo das polícias Civil (PC) e Militar (PM), um revólver calibre 38, 28 munições de pistolas calibre ponto 40, 380 milímetros e calibre 762, além de 43 munições de revólver calibre 38, quatro rádios comunicadores e quatro balaclavas.

Consta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), que Edmar havia sido preso no dia 27 de março de 2016, suspeito de tráfico de drogas, no bairro Zumbi 2, zona leste da capital. Na ocasião, o suspeito tinha 18 anos e foi preso com 258 porções de pasta base de cocaína e oxi, além de 100 gramas de maconha, pelos policiais militares da Força Tática.

De acordo com o tenente Anderson Molaz, os policiais da Rocam faziam patrulhamento pela zona norte, quando receberam uma denúncia anônima de que um homem guardava armas para uma facção criminosa na casa onde morava na zona norte. “A denúncia dizia que era na área do Mutirão, fomos até o local e conseguimos apreender todo o armamento e munições, além de prender o suspeito”, disse.

Edmar foi levado para o 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi autuado em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e munição. Nesta quarta-feira (21), o suspeito deve seguir para uma audiência de custódia, no Fórum Henoch Reis, zona sul de Manaus.