Suspeito de liderar tráfico de drogas na Praça 14 é executado com cinco tiros

Segundo a polícia, o eletricista foi morto em decorrência da disputa pelo comandado do tráfico de drogas na região

Carla Albuquerque / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O eletricista Ramerson Albuquerque de Oliveira, 33, o ‘Gogonha’ ou ‘Orelha G’, foi assassinado com cinco tiros, na Avenida Tarumã, no Bairro Praça 14, na zona centro-sul de Manaus, no último sábado (4). De acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a suspeita é de que ele foi morto em decorrência da disputa pelo comandado do tráfico de drogas. Segundo a polícia, ele atuava como líder do tráfico no bairro onde foi morto.

Caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Foto: Caique Varella/Arquivo)

Conforme informações da polícia, o crime ocorreu por volta das 13h10. Segundo a polícia, o homem foi interceptado por ocupantes de uma motocicleta, próximo a um beco, na Avenida Tarumã.

Ramerson foi baleado com cinco tiros, que atingiram a cabeça e o tórax dele. Ele ainda chegou a ser socorrido por familiares e levado ao Serviço de Pronto-Atendimento da Zona Sul de Manaus, mas não resistiu e morreu logo em seguida.

Familiares não quiseram falar sobre o crime com a reportagem. Consta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) que Gogonha respondia a oito processos por tráfico e era investigado por comandar o tráfico na área da Praça 14, mesmo após ser preso.