Suspeito de praticar série de assaltos na zona leste é morto com cinco tiros, no Zumbi

Segundo a polícia, o homem tinha acabado de assaltar um mercadinho quando foi atingido por um dos clientes, com cinco tiros nas costas

Carla Albuquerque / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Bruno Farias da Silva, 28, foi assassinado com, ao menos, cinco tiros, na manhã desta segunda-feira (13), após ter praticado uma série de assaltos, na segunda etapa do Bairro Zumbi, na zona leste de Manaus. De acordo com o delegado do 25° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Abraão Serruya, depois de tentar assaltar um açougue, Bruno assaltou um mercadinho, localizado na Rua Antenor Cavalcante, onde foi morto por um cliente, ainda não identificado.

Homem foi morto após assaltar mercadinho, diz polícia (Foto: Raquel Miranda)

Conforme a polícia, Bruno estava na companhia de outro suspeito. A dupla estava em uma moto roubada, de placa NOL- 0672. “Vimos quando eles desceram. Cada um foi para um lado e depois só ouvimos os disparos”, disse a penionista Cecília Souza, 68.

Segundo o delegado, informações indicam que a dupla praticou, minutos antes a morte de Bruno, um assalto em um açougue. “Sabemos que ele estava com um mandado de prisão em aberto e estava praticando diversos roubos aqui nessa área”, disse Serruya, acrescentando que, com ele, foi apreendida uma pistola tipo Beretta.

Leia também: Homem é morto com facada no tórax após discussão em praça, na Japiimlândia

Uma testemunha informou à polícia que Bruno chegou a invadir e roubar a renda do mercadinho, no momento em que a um cliente estava sacando dinheiro, em um terminal eletrônico. “Essa vítima reagiu e acabou baleado ele”, disse o delegado.

De acordo com a perícia, Bruno foi atingido com cinco disparos nas costas. Na mão da vítima, foi encontrado o dinheiro roubado. O corpo dele foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) e o caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Caso aconteceu na segunda etapa do Bairro Zumbi, zona leste de Manaus (Foto: Raquel Miranda)


SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES