Trio é preso e polícia apreende 49 tabletes de maconha em ação na Compensa

Com dois dos homens, a polícia apreendeu 49 tabletes de maconha. Um dos suspeitos foi preso por furto de materiais avaliados em torno de R$ 1 milhão

Stephane Simões / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Três homens foram presos, na Rua F, bairro Compensa, zona oeste, na manhã desta quinta-feira (9). Elcimar Santos da Silva, 45, foi preso, em cumprimento ao mandado de prisão por furto qualificado. Elivaldo Ferreira Pereira, 38, conhecido como ‘Didal’, e Moisés de Souza Moira, 45, foram presos em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Com os homens, a polícia apreendeu 49 tabletes de maconha.

Conforme o delegado titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), Rafael Allemand, Elcimar é apontado como o mentor do furto de materiais, entre eles uma retroescavadeira, um gerador, uma perfuratriz e até mesmo o teto do galpão. O furto aconteceu no início do mês de junho, no bairro Águas Claras, zona norte.

“Ele aproveitou que os donos do galpão, os patrões, viajaram para fora do Estado, e com a ajuda de outras pessoas, ele efetuou a subtração de todo o material que estava no galpão. Ele morava no galpão, os donos permitiram que ele morasse lá e ele se aproveitou dessa viagem”, contou o titular da Especializada.

Os objetos furtados são avaliados em torno de R$ 500 mil e R$ 300 mil, uma estimativa de R$ 1 milhão, somando todos os objetos. “Já recuperamos bastante coisas, como ferros, um gerador. Essa máquina, perfuratriz, que custa R$ 500 mil, já foi recuperada, mas ela está toda desmontada, danificada. Não sei se todas as as peças serão recuperadas, mas nossas equipes estão na rua para tentar recuperar”, afirmou Allemand.

Elcimar contou com a participação de algumas pessoas, que não tiveram os nomes divulgados. Segundo Allemand, alguns envolvidos já foram indiciadas por furto qualificado e associação criminosa. Além disso, os compradores dos materiais furtados estão sendo levados para a delegacia, onde serão indiciados por receptação.

Após a prisão de Elcimar, o mesmo informou a polícia onde havia escondido os objetos furtados. As equipes se deslocaram para um dos locais informado, uma oficina no bairro Compensa, onde avistaram um homem com drogas. Ele chegou a trocar tiros com a polícia, mas fugiu e não conseguiu ser localizado pela polícia, de acordo com Allemand.

Dentro da oficina, os policiais encontraram cerca de 49 tabletes de maconha do tipo skunk. O dono da oficina, Elivaldo, foi preso em flagrante, junto com seu ajudante, Moisés. Conforme Allemand, Elivaldo é apontado como irmão de ‘Magalvo’, integrante de uma facção criminosa que atua no Estado. A droga teria sido entregue na noite anterior.

“O que nos interessa, agora, é recuperar os materiais roubados das vítimas. Em relação a droga, haverá uma investigação paralela, mas o que nos interessa, nesse momento, é prender todas as pessoas que participaram desse furto”, acrescentou o titular da Derfv.

Elcimar já tinha passagem pela polícia por furto e foi indiciado por furto qualificado. Moisés já tinha passagem por tentativa de homicídio. Elivaldo e Moisés foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o trafico.

Ao término dos procedimentos, Elcimar será levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde permanecerá à disposição da Justiça. Elivaldo e Moisés serão conduzidos para a Audiência de Custódia no Fórum Henoch Reis.