Prefeito cria nova estrutura para desenvolver ações estratégicas no Centro Histórico de Manaus

Lei que cria a Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), que centraliza as atribuições e competências da Subsempab e Subsemch, foi sancionada

Com informações da assessoria / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Tendo como uma das principais marcas de seu governo a revitalização do Centro Histórico de Manaus, o prefeito Arthur Virgílio Neto sancionou a lei que cria a Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), que centraliza as atribuições e competências das subsecretarias municipais de Abastecimento, Feiras e Mercados (Subsempab) e do Centro Histórico (Subsemch), ambas subordinadas anteriormente à estrutura da Casa Civil. A publicação consta na edição 4.439, do Diário Oficial do Município (DOM), de quarta-feira (12).

Centro de Manaus abriga locais históricos e turísticos da cidade, como o Teatro Amazonas (Foto: Nathalie Brasil/Arquivo
Valor Histórico )

Como parte da Reforma Administrativa, a nova secretaria terá a finalidade de formular, desenvolver e acompanhar planos estratégicos para requalificação da área central da cidade, articulando ações próprias e em conjunto com os demais órgãos e entidades municipais, estaduais e federais, privadas e  representativas de classe.

“O resgaste do Centro Histórico de Manaus é uma realidade e a população tem demonstrado o entendimento do nosso  projeto. Prova disso é o recorde de público no Passo a Paço deste ano. O que buscamos, a partir dessa medida, é retomar o ordenamento da área central da capital, sobretudo no que se refere ao comércio informal”, explicou o prefeito Arthur Virgílio Neto.

A Semacc poderá, ainda, elaborar e implementar campanhas públicas educativas para a valorização de espaços e equipamentos postos à disposição da população, principalmente na área do Centro.

Outra atribuição diz respeito à coordenação e execução de ações relacionadas à produção, ao abastecimento, às feiras e aos mercados, além da inspeção a produtos de origem animal ou vegetal. O incentivo à produção da agricultura familiar e à organização de cooperativismo e associativismo também se firmam como atividades fins, por meio do fortalecimento e do estímulo de mecanismos para a comercialização de produtos agropecuários, de pesca e da aquicultura.

A Lei, que foi aprovada pela Câmara de Municipal de Manaus (CMM), transfere orçamento, bens móveis, quadro de pessoal, cargos em comissão, funções gratificadas, bem como dos demais ativos e passivos pertencentes a Subsempab e Subsemch para a nova secretaria.