Sem energia após forte chuva, moradores bloqueiam avenida em protesto na zona leste

Moradores reclamam que estão sem abastecimento de energia desde a madrugada de terça, após a forte chuva em Manaus. O protesto bloqueou a avenida durante uma hora na tarde desta quarta-feira

Sofia Lorrane / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Moradores do bairro Tancredo Neves, na zona leste de Manaus, fizeram uma manifestação na tarde desta quarta-feira (13), por volta das 13h, que bloqueou parte da Avenida Autaz Mirim. Eles reclamam que desde a forte chuva na madrugada da última terça-feira (12), o abastecimento de energia está interrompido em algumas ruas do bairro.

Moradores queimaram objetos e bloquearam Avenida Autaz Mirim (Foto: Reprodução)

Segundo Pedro Williens da Paz Lopes, 40, morador da área e dono de uma panificadora no local a manifestação tinha o objetivo de chamar a atenção do órgão responsável. “Com essa falta de energia nós perdemos muitos alimentos em casa, e o meu estabelecimento também foi afetado, eu perdi a produção, pois os pães que eram para ser assados não foram. Eu moro aqui há 33 anos, e sempre que chove forte acontece isso, porque esses fios estão todos remendados. É um transtorno muito grande. Fizemos a manifestação para chamar a atenção para que solucionem esse problema”, disse.

Franciele Cintra Lopes, 19, é moradora do bairro e relata que durante a manifestação os policiais estavam tratando os manifestantes de forma agressiva. “O policial pegou no meu braço, começou a me empurrar, e deu uma gravata no meu tio, eu fui exigir um direito e acabei sendo agredida. A gente estava protestando pela falta de energia, a gente liga e eles dizem que já estão a caminho e não vem, enquanto isso a gente está sofrendo com o calor, e perdendo a comida da geladeira”, explicou.

Franciely está sem energia elétrica na casa (Foto: Reinaldo Okita)

De acordo com Francisco Marques de Souza, 53, dono de um mercadinho no local, vários produtos estão estragando por conta da falta de energia. “A gente liga para lá e eles prometem e nunca vêm, eles só dizem que estão encaminhando a equipe. Os refrigerantes que estavam gelados, esquentaram,  vão ficar chocos e não vão mais prestar. O sorvete eu levei para outro lugar, mas as bebidas não tinha para onde levar. Todo o material do freezer eu vou acabar perdendo”, comentou.

Dono de mercadinho relatou prejuízos (Foto: Reinaldo Okita)

A Eletrobras Distribuição Amazonas informou, por meio de nota, que todos os alimentadores desligados devido ao forte temporal já foram normalizados. Porém, ainda existem ocorrências pontuais como cruzetas, transformadores e cabos elétricos, que ainda estão sendo atendidas, como é o caso de alguns bairros da zona leste. O órgão informou ainda que as ocorrências serão atendidas.

A Rede Diário solicitou resposta da Polícia Militar sobre o relato de agressão da moradora Franciely durante o protesto e aguarda resposta.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES