Sobe para 147 casos de sarampo confirmados em Manaus, diz Semsa

Prefeitura faz intensificação vacinal contra sarampo e influenza no próximo sábado (16). A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai disponibilizar as vacinas em 63 Unidades de Saúde no horário das 8h às 12h

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O 14º Informativo Epidemiológico de Monitoramento do Sarampo, divulgado nesta terça-feira (12), informa que Manaus registra 1.045 casos notificados da doença. Os casos confirmados passaram de 142 para 147, os descartados de 72 para 75. Do total de notificações, 823 continuam sob investigação aguardando resultado laboratorial. A faixa etária mais atingida continua sendo a de crianças de até cinco anos, com 56,5% dos casos confirmados e 44,5% dos casos notificados.

Prefeitura faz intensificação vacinal contra sarampo e influenza no próximo sábado (16). (Foto: Lucas Silva/Semcom)

A zona Norte continua com o maior número de notificações (34,2%), seguida da zona Leste (31,3%), Sul (20,1%), Oeste (13,1%) e Rural (1,3%). No próximo sábado (16), a Prefeitura de Manaus vai promover uma intensificação vacinal contra sarampo e gripe (influenza). A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai disponibilizar as vacinas em 63 Unidades de Saúde da rede municipal, inclusive nas Policlínicas, no horário das 8h às 12h. Também serão montados postos em locais estratégicos, com grande circulação de pessoas, como shoppings e supermercados, que terão horário diferenciado, cujos endereços serão divulgados até sexta-feira.

Contra o sarampo, 78,56% do público-alvo já receberam a dose do imunobiológico. No caso da gripe, ideia é ampliar o índice de vacinação em Manaus, atualmente em 60,60%. As duas campanhas encerram no dia 15 de junho. O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, explica que a ação foi organizada como forma de estimular a população a procurar uma Unidade de Saúde, facilitando o acesso ao serviço.

“Vamos abrir as portas de 63 Unidades de Saúde na manhã de sábado, como mais uma das várias estratégias que a Prefeitura de Manaus tem adotado para controlar a ocorrência de casos de sarampo e garantir que o público-alvo possa ser imunizado contra gripe. A população deve fazer a sua parte procurando um posto de vacina e levando as crianças para a prevenção contra as doenças”, alerta Marcelo Magaldi.

No dia da intensificação, as pessoas devem comparecer a um dos postos de vacinação, preferencialmente, levando o cartão de vacina, para que os profissionais possam verificar a necessidade de imunização em cada caso. A lista com as Unidades de Saúde que irão funcionar na manhã do próximo sábado e com os postos em pontos estratégicos, com endereço e horário de funcionamento, será disponibilizada no site da Semsa http://semsa.manaus.am.gov.br

A vacina contra o sarampo será oferecida para pessoas a partir de seis meses de idade até 49 anos. Já o público-alvo da vacina contra a influenza é o mesmo da Campanha Nacional de Vacinação, iniciada em Manaus no dia 12 de maio: pessoas com 60 anos ou mais de idade, trabalhadores de saúde, professores das escolas públicas e privadas, crianças na faixa etária de seis meses a menor de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Influenza

De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), enfermeira Marinélia Martins Ferreira, os grupos com os mais baixos índices de vacinação contra a influenza são os de crianças de seis meses a menor de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias), com a imunização de somente 47,38% da meta 158.412 crianças, e das gestantes com 46,51% do público alvo.

“É importante que os pais e responsáveis levem as crianças até um posto de vacina, mesmo porque é um público que faz parte do grupo considerado de maior risco para desenvolver complicações graves pela influenza”, explica Marinélia Ferreira.

Sarampo

O informativo mostra, ainda, que a Campanha Municipal contra o Sarampo, iniciada no dia 14 de abril, tendo como público-alvo crianças na faixa etária de seis meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, imunizou 150.503 crianças, o que representa 78,56% da meta.