Menino de cinco anos se fantasia de super-herói para ‘salvar’ gatos de rua

Felinos residentes na Filadélfia em situação de rua, com fome e frio: chamem o Catman

Estadão Conteúdo/redacao@diarioam.com.br

Filadélfia – Existe aquela máxima de que todos precisam de heróis. Não aqueles que povoam as histórias em quadrinhos, protagonizam filmes bilionários e aparecem sempre impecáveis em séries, mas figuras como Shon Griffin, um menino de cinco anos que já tem uma missão clara para o seu dia-a-dia: ajudar gatos de rua.

Quatro gatos são alimentados por Shon, o “Catman”, vestido de Homem-Aranha (Foto: Facebook/ Kolony Cats)

Tudo começou quando os tios do garoto, que já promoviam resgates e cuidados aos felinos, começaram a tomar conta de um grupo local na Filadélfia chamado Kolony Cats. Um dos gatos acolhidos por eles, apelidado carinhosamente de Bug, não cooperava nas horas de tomar vacina, medicamentos e sequer deixava que eles o castrassem.

A solução para superar o comportamento difícil do felino estava mais próxima do que imaginavam. Kris e seu noivo perceberam que o sobrinho tinha criado quase que instantaneamente um laço com os gatos. Até o temperamental Bug se esfregou nas pernas de Shon e permitiu que ele o acariciasse. “Nós o chamamos de Catman”, conta a tia Kris Papiernik em entrevista a ABC News.

A partir daquele dia Shon incorporou o personagem Catman. Regularmente ele visita a tia vestido com suas fantasias prediletas e ajuda no que for preciso. Alimenta, dá carinho e exibe todo seu charme que faz com que até os gatos mais hostis não resistam a seus encantos. “Ele faz carinho nas barrigas e coça suas cabeças. Foi incrível ver esses gatos que nem nos permitiriam tocá-los imediatamente abrir espaço para ele. Ele deve ter esse efeito mágico que os gatos podem sentir”, explica a tia ao The Dodo.

 

Facebook/ Kolony Cats
(Foto: Facebook/ Kolony Cats)

 



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES