Dia ‘D’ de Combate aos Resíduos Sólidos ocorre no próximo sábado, no Mindu

A expectativa é de que 500 pessoas se envolvam na ação que visa promover uma mobilização da comunidade manauara quanto ao problema do descarte de lixo nos igarapés da cidade

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A 5ª edição do Dia ‘D’ Todos Contra os Resíduos Sólidos da Prefeitura de Manaus ocorrerá no próximo sábado (27), a partir das 9h, nas margens do Igarapé do Mindu, no trecho que corta o Parque Municipal do Mindu, no Parque Dez, zona centro-sul. A expectativa é de que 500 pessoas se envolvam na ação que visa promover uma mobilização da comunidade manauara quanto ao problema do descarte de lixo nos igarapés da cidade.

A 5ª edição do Dia ‘D’ Todos Contra os Resíduos Sólidos ocorrerá no próximo sábado (27), a partir das 9h, nas margens do Igarapé do Mindu. (Foto: Divulgação/Semmas)

O evento conta com o apoio de parceiros que todos os anos mobilizam colaboradores para a ação de coleta dos resíduos que se acumulam às margens do curso d’água no parque, provenientes da deposição irregular feita ao longo do trajeto do igarapé. Além do apoio da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), a atividade terá como parceiros os colaboradores de uma empresa multinacional japonesa, assim como instituições de ensino superior públicas e privadas, e associação de catadores da cidade.

“Mais do que promover a retirada dos resíduos das margens do igarapé, o Dia D visa sensibilizar a população sobre os danos que o descarte irregular de resíduos causa ao meio ambiente, especificamente ao Parque Municipal do Mindu, que é um símbolo da gestão ambiental do prefeito Arthur Virgílio Neto”, afirmou o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior.

A cada edição do Dia D são retiradas, em média, 8 toneladas de resíduos das margens do igarapé. “Os resíduos flutuantes são o principal alvo desse trabalho, que já se tornou um evento fixo do calendário anual de atividades da Prefeitura de Manaus”, explicou o gestor do Parque do Mindu, José Feitoza, ressaltando que o evento é aberto à sociedade e oferecerá aos estudantes participantes certificado de hora de atividades. O ponto de encontro será o anfiteatro do Parque do Mindu, onde haverá a abertura, com o grupo Garis da Alegria e um aulão de ginástica como forma de incentivar as pessoas a participarem da atividade.

Parte do que é retirado do local é levada para o Aterro Sanitário de Manaus e o material reciclável é destinado aos catadores. “O lixo que descer à jusante fica estacionado dentro do parque por conta do bom grau de arborização que ali existe, criando um cenário desconfortável paisagisticamente falando, porém aproveita-se a situação para mostrar às pessoas que se pode ter um cenário diferente a partir das práticas tanto individual quanto coletiva em busca da melhoria da qualidade ambiental”, explicou Feitoza.