Doutorado em Clima e Ambiente tem inscrições prorrogadas até fevereiro

O curso, realizado em parceria entre o Inpa e a UEA, oferece dez vagas com ingresso em março do ano que vem. O processo contará com três etapas eliminatórias

Com informações da assessoria / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Foram prorrogadas até o dia 2 de fevereiro de 2018 as inscrições para o curso de doutorado em Clima e Ambiente, uma parceria entre o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA). De acordo com a Coordenação de Capacitação (Cocap), o curso oferece 10 vagas com ingresso em março de 2018.

O PPG-Cliamb desenvolve pesquisas em diversas áreas tratando das questões dos impactos climáticos e ambientais na Amazônia (Foto: Divulgação/Inpa)

Pelo Edital Inpa/Cocap nº19, os interessados em participar do processo seletivo do Programa de Pós-Graduação em Clima e Ambiente (PPG-Cliamb) podem fazer a inscrição, por meio de formulário que deve ser preenchido, assinado e encaminhado em formato digital (PDF) para o email selecao.cliamb@gmail.com. O formulário está disponível em http://portal.inpa.gov.br/index.php/pos-graduacao/regulamentos-e-documentos.

O processo contará com três etapas eliminatórias. A primeira é análise curricular, a segunda é a avaliação do anteprojeto e a terceira, entrevista, todas coordenadas pela comissão de seleção.

Ecologia

Ainda continuam abertas até o dia 5 de janeiro de 2018 as inscrições para o doutorado no Programa de Pós-Graduação de Biologia (Ecologia). Os candidatos aprovados entrarão no primeiro semestre de 2018. Os editais podem ser acessados na página da pós-graduação na aba Editais e Documentos ou pelo endereço http://portal.inpa.gov.br/index.php/pos-graduacao/regulamentos-e-documentos.

O Inpa possui dez programas de pós-graduação, sendo um deles (Aquicultura) em ampla associação com a Universidade Nilton Lins e o PPG-Cliamb, interinstitucional entre o Inpa e a UEA. Em mais de 40 anos de atuação na pós-graduação, o Inpa já formou mais de 2.500 mestres e doutores. Cerca de 70% desses profissionais permancem na região amazônica.

Sobre o PPG-Cliamb

O PPG-Cliamb desenvolve pesquisas em diversas áreas tratando das questões dos impactos climáticos e ambientais na Amazônia advindos das mudanças de uso da terra na região e das mudanças climáticas globais, de maneira multi e interdisciplinar, na formação e treinamento de recursos humanos, e é aprovado pelo CAPES/MEC.