Incêndio que atingiu alegoria pode ser sido proposital, diz presidente do Caprichoso

Um módulo alegórico da associação folclórica foi destruído pelas chamas, na noite dessa quinta-feira. O presidente do Caprichoso registrou um BO após o sinistro

Filipe Távora / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Um incêndio atingiu um módulo alegórico do galpão do Boi Caprichoso, na Rua Barreirinha, no bairro Emílio Moreira, em Parintins, na noite dessa quinta-feira (4). O presidente da associação folclórica, Babá Tupinambá, registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP) do município, por desconfiar que o incêndio possa ter sido proposital.

Incêndio aconteceu na noite dessa quinta-feira (Foto: Reprodução)

O acidente ocorreu na noite desta quinta-feira, e atingiu somente um módulo alegórico, uma alegoria de pequeno porte, sem causar danos ao local ou às alegorias maiores, conforme o Caprichoso informou, por meio de assessoria.

O Corpo de Bombeiros chegou ao local por volta das 19h36, constatando o fogo em uma área aberta, atrás do galpão, onde é depositado restos de alegorias, como isopor, madeira e papelão. Ainda segundo os bombeiros, foram utilizados 5.000 litros de água para conter as chamas, que alcançaram 5m de altura.

Conforme o Caprichoso, o incêndio foi causado por fogos de artifícios disparados por participantes do comício de um político local, que foram lançados próximos ao local, atingindo o galpão.

Para o presidente do boi Caprichoso, Babá Tupinambá, existe a possibilidade de que o incêndio tenha sido proposital. “Existe um procedimento de contenção de incêndio no galpão, por isso, é muito estranho que isso tenha acontecido. Vizinhos afirmaram que [o incêndio] foi proposital”, disse.

Ainda de acordo com o presidente, embora os danos causados pelo acidente não tenham sido grandes, a equipe ficou desesperada. “E se o fogo atingisse as alegorias grandes? Todo o galpão ficaria comprometido”, afirmou.

O Caprichoso confirmou que o incêndio não comprometerá a temporada de 2019, porque a única alegoria que foi atingida foi uma de pequeno porte. Ainda conforme a associação, o prejuízo ainda não foi calculado.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil (PC) e aguarda posicionamento sobre as linhas de investigação adotadas no caso.