Cerca de 46 mil venezuelanos já solicitaram refúgio no Brasil, diz PF

Dados atualizados apresentados, nesta semana, pela Polícia Federal, indicam que mais de 75 mil venezuelanos buscaram regularizar a sua situação de migração, no País

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A Polícia Federal (PF) divulgou, nesta semana, números atualizados a respeito do fluxo migratório de venezuelanos no Brasil. Segundo a PF, 75.560 venezuelanos buscaram a regularização de sua situação migratória no País. Desse total, 46,7 mil solicitaram refúgio e 14,9 mil pediram residência. Outros 13,8 mil agendaram atendimento nos postos da PF, em Roraima.

Entre 2017 e 2018, 79,4 mil venezuelanos já deixaram o Brasil (Foto: Marcelo Camargo/ABr)

A corporação também informou que 154,9 mil venezuelanos entraram no Brasil por Pacaraima, município de Roraima, fronteiriço com a Venezuela, entre 2017 e 2018. Desse total, 79,4 mil já deixaram o Brasil, seja por fronteiras ou aeroportos. “Entre os venezuelanos que deixaram o Brasil, 54.560 saíram por fronteiras terrestres – 65% por Pacaraima – e 24.842 embarcaram em voos internacionais, 57% em Guarulhos”, disse a Casa Civil, em nota.

O governo federal decidiu intensificar o processo de interiorização dos venezuelanos que entram por Pacaraima. Segundo a Casa Civil, serão transferidos 400 pessoas por semana.

O deslocamento está sendo coordenado pelo governo federal em parceria com agências da Organização das Nações Unidas (ONU) e apoio de entidades da sociedade civil e autoridades locais. Segundo o governo, 43% dos venezuelanos já interiorizados conseguiram emprego.

Manaus

Na última terça-feira (4), 180 venezuelanos desembarcaram em Manaus, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, vindos de Boa Vista (RR), por meio do processo de interiorização do governo federal. Os refugiados foram levados para o Abrigo do Coroado, na zona leste de Manaus.

De acordo com a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), a transferência de venezuelanos para outros Estados do País tem como objetivo diminuir o excesso de imigrantes que estão abrigados em Roraima.

Na quarta-feira (5), mais 204 imigrantes de Boa Vista foram realocados para Brasília, São Paulo e Esteio (RS). Os refugiados saíram da capital roraimense em voo da Força Aérea Brasileira.

O deslocamento foi coordenado pelo governo federal em parceria com agências da Organização das Nações Unidas (ONU) e apoio de entidades da sociedade civil e autoridades locais. Ainda na quarta-feira, quatro venezuelanos desembarcaram em Brasília, 75 foram acolhidos em São Paulo e 125 chegaram, no Rio Grande do Sul, no início da noite.