Comissão fará audiência sobre obras na BR-319

A demora na conclusão dos estudos de impactos ambientais que vão permitir o asfaltamento da BR-319 motivou a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) da Câmara dos Deputados fazer uma audiência pública na próxima terça-feira

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus– A demora na conclusão dos estudos de impactos ambientais que vão permitir o asfaltamento da BR-319, rodovia que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO) motivou a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) da Câmara dos Deputados fazer uma audiência pública na próxima terça-feira, 10. O colegiado quer que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Fundação Nacional do Índio (Funai) deem explicações sobre o andamento do processo, que deveria ter sido concluído, no ano passado. Em maio, o engenheiro florestal Paulo Lima de Alencastro Graça, coordenador dos estudos sobre Dinâmica Ambiental, do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (Inpa) alertou sobre risco de defasagem dos estudos ambientais para concluir a pavimentação da BR-319 em meados do ano que vem. Embora a maior parte da rodovia BR-319 já tenha sido pavimentada, um trecho de 400 quilômetros ainda aguarda o licenciamento ambiental.

Atitude

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) respondeu prontamente a ação cautelar do Ministério Público Eleitoral (MPE) para suspender a distribuição de implementos agrícolas pelo governo de Amazonino Mendes. A ação foi ingressada na manhã da última sexta-feira e a decisão do desembargador Aristóteles Thury saiu horas depois, no mesmo dia.

Contratos milionários

Ivair Ferreira, proprietário da Millenium Locadora., vem sendo um dos empresários mais ‘agraciados’ pela Prefeitura de Manaus. Além dos veículos alugados para o município, Ivair aluga prédios para as secretarias municipais. Nota desta coluna publicada em 2012, na gestão do então prefeito Amazonino Mendes, que continua atual, agora pela proximidade com o governo.

Estádio

Em São Sebastião do Uatumã, a Prefeitura publicou termo para contratar a pessoa jurídica Silvio Cezar Oliveira Santos por R$ 1,3 milhão para construção de um estádio de futebol e de uma quadra poliesportiva.