Coronel Amadeu Soares é o novo secretário da SSP-AM

Ele assume a titularidade do sistema de segurança pública do Estado no lugar do também coronel PM Anézio Paiva, que vai continuar na secretaria como secretário-adjunto

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O Governo do Amazonas reformula parte da cúpula do setor de segurança pública, com a nomeação do coronel da Polícia Militar (PM) Amadeu Soares pelo governador do Estado, Amazonino Mendes, como o novo secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). O decreto com a nomeação foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira (8).

O coronel Amadeu Soares disputou o cargo de deputado estadual pelo Amazonas, mas não foi eleito. Soares assume a titularidade do sistema de segurança pública do Estado no lugar do também coronel PM Anézio Paiva, que vai continuar na secretaria como secretário-adjunto.

Paiva estava no comando da SSP desde o dia 11 de abril deste ano. O coronel Amadeu Soares já foi secretário de segurança no Estado de Roraima (RR), em 2014. Foi ele quem implantou o projeto Ronda nos Bairros, com policiamento ostensivo em todas as zonas da capital. A posse do coronel Amadeu Soares, como novo secretário da SSP, deve ocorrer nesta terça-feira (9).

Abstenções

A consolidação do resultado do primeiro turno no Amazonas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontou que as abstenções atingiram 19,35%, com 469.693 eleitores. Já o comparecimento representou 80,65%, com 1.957.418 comparecimentos de um universo de 2.427.111 eleitores aptos a votar. Os dados foram consolidados às 17h40

Nulos

Segundo os dados da Justiça Eleitoral, 10,48% anularam o voto, equivalente a 410.084 eleitores e outros 212.516 optaram pelo voto em branco, ou 5,43% do universo. Já os votos válidos no Amazonas somaram 3.292.236, equivalente a 84,19% do total.

PSL 1

Partido com o maior crescimento nestas eleições parlamentares, o PSL vai impulsionar a presença de policiais civis e militares na Câmara dos Deputados.

PSL 2

De cada cinco deputados eleitos pela legenda, ao menos um é militar ou civil. Pelo Amazonas, o reforço foi dado por um policial federal que fez estreia na nova cadeira, o delegado Pablo Oliva, o segundo mais votado para o cargo eletivo.

Fachin manda caso de Eduardo Cunha para o STF

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) julgue os pedidos do ex-deputado Eduardo Cunha (MDB-RJ), que quer anular condenação no caso das contas na Suíça.

‘Nem o PT nem Bolsonaro’, diz FHC sobre 2º turno

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) usou a rede social para alegar que não apoia nem o PT nem Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno da eleição presidencial. Publicações na internet haviam afirmado que FHC apoiaria Fernando Haddad (PT).