Eletrobras: ministro espera que a venda seja aprovada

Ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, busca conseguir aprovação do Projeto de Lei que autoriza processo de desestatização da Eletrobras no Congresso Nacional antes de deixar o ministério

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Um dos principais defensores da privatização do setor elétrico, o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho (sem partido), busca conseguir a aprovação do Projeto de Lei que autoriza o processo de desestatização da Eletrobras no Congresso Nacional antes de deixar o ministério, em abril, para concorrer às eleições em Pernambuco. “… o relator (deputado José Carlos Aleluia) já deu seu depoimento nesse sentido, de que a Eletrobras não pode estar mais a serviço de mau uso político. Acredito que tem apoio também para reorganizar aquilo que foi um equívoco: colocar a energia em cotas achando que ia baratear o custo e não barateou”, disse.

Na Câmara dos Deputados já existem, pelo menos, quatro frentes de parlamentares contrárias à privatização da Eletrobras. “Vou apresentar a proposta apresentada aqui (no Ministério), de eficiência com a coisa pública, redução do papel do Estado. Não é papel do governo ficar colocando dinheiro na Eletrobras. Em 2017, foram R$ 3,5 bilhões que poderiam ter ido para a saúde”, disse o ministro.

Mega desapropriação
Decreto do governador Amazonino Mendes, publicado no último dia 22, desapropria áreas que somam 133,4 mil metros quadrados para duplicação da Estada do Tarumã.

Empurrão fiscal
Em outro Decreto, Amazonino concede redução de até 15$ na base de cálculo de ICMS nas operações internas de bebidas não alcoólicas, inclusive água mineral.

Aceleração sai da Seduc 1
A Unidade de Gerenciamento do Programa Aceleração do Desenvolvimento da Educação do Estado saiu da Seduc para a Secretaria de Relações Institucionais e Representação, em Brasília.

Aceleração sai da Seduc 2
A secretária de Estado de Relações Institucionais e Representação do Amazonas, Nafice Bacry Valoz passa a assumir, também, a coordenação do Programa Aceleração.

Contribuição sindical
Mesmo após a reforma trabalhista, o Sindicato dos Servidores Públicos do Estado publicou edital de contribuição sindical para o exercício deste ano, com desconto em folha.

Imóveis de Dirceu, de R$ 11 milhões, vão para leilão
O juiz Sergio Moro determinou que sejam leiloados imóveis do ex-ministro José Dirceu confiscados na Lava Jato. A oferta pública inclui bens avaliados em R$ 11 milhões. O leilão ocorrerá no dia 26 de abril. Os lances poderão ser feitos pela internet.

‘Japonês da Federal’, Newton Ishii se aposenta
A aposentadoria de Newton Ishii, agente da Polícia Federal, foi publicada no Diário Oficial da União de ontem. Ishii ganhou o apelido de ‘Japonês da Federal’, ficou famoso ao lado de presos da Lava Jato, em Curitiba, e virou até tema de músicas carnavalescas.