Emissões de gases-estufa por fogo na Amazônia aumentaram 30% em 12 anos

Um estudo publicado, na última terça-feira, na revista Nature Communications mostra que, entre 2003 e 2015, o Brasil reduziu em 76% as emissões de gases-estufa que vêm de queimadas

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

O Brasil reduziu em 76% as emissões de gases-estufa. (Foto: Divulgação)

Manaus – Um estudo publicado, na última terça-feira, na revista Nature Communications mostra que, entre 2003 e 2015, o Brasil reduziu em 76% as emissões de gases-estufa que vêm de queimadas. No entanto, no mesmo período, houve um aumento de 30% na liberação de poluentes relacionados ao alastramento dos incêndios para florestas próximas às áreas desmatadas. A ameaça detectada pelo estudo, porém, ainda não é contabilizada nas estatísticas oficiais sobre o desmatamento da Amazônia.

TCE se defende 2

Em janeiro, o Tribunal de Justiça do Amazonas, em decisão por maioria, determinou que o TCE não tem poder para controle de legalidade de atos de polícia ambiental.

Dissídio na construção

 

O desembargador Jorge Alvaro Marques Guedes vai julgar, no TRT11, o dissídio entre os sindicatos de trabalhadores e o das empresas do setor da construção civil do Estado, que não chegaram a um acordo com relação à data base.

Nomeação na Justiça

Tramita na Câmara dos Deputados proposta que proíbe magistrado de atuar em processo que tenha como parte chefe de Poder Executivo que o escolheu para compor tribunal. O substituto deverá ser convocado.

Roubo na rua

Uma barraca de lona do Manaustrans e da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) foi roubada da frente da Arena da Amazônia, no carnaval, o que demonstrou a falta de segurança na área.

Conselho denunciou

A representação do Ministério Público de Contas contra o prefeito de Eirunepé, Raylan de Alencar, cita denúncia do Conselho de Medicina sobre médicos sem registro atuando no município.