Governo prepara estratégia para reforma da Previdência

A proposta de reforma da Previdência será encaminhada ao Congresso Nacional na segunda semana de fevereiro, pois o governo bateu o martelo sobre a estratégia para apresentar o texto

Da redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A proposta de reforma da Previdência será encaminhada ao Congresso Nacional na segunda semana de fevereiro, pois o governo bateu o martelo sobre a estratégia para apresentar o texto. O Palácio do Planalto pretende aproveitar o texto apresentado pelo governo do ex-presidente Michel Temer e apensar a proposta que será encaminhada ao Congresso Nacional. Com isso, o texto poderia ir diretamente à apreciação do plenário da Câmara dos Deputados, aproveitando que o projeto encaminhado por Temer já passou pela etapa das comissões. De acordo com o secretário de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, a estratégia será refinada com a participação do presidente Jair Bolsonaro, dos ministros Paulo Guedes, da Economia, e Onyx Lorenzoni, da Casa Civil. A diferença é que o texto de Temer não prevê a criação de um regime previdenciário em que cada trabalhador faça a própria poupança (capitalização), o que pode gerar questionamentos por parte da oposição.

Programas
A Fundação Universidade do Amazonas (FUA) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) assinaram acordo de cooperação para promover a integração entre os programas de mestrado e doutorado.

Parceria
O presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador Joelson Silva (PSDB), se reuniu com a presidente do Tribunal de Contas do Estado, Yara Lins. Durante o encontro, trataram sobre futuras parcerias, com objetivo de tornar mais eficiente, eficaz e transparente a gestão do Legislativo.

Canutama
A Justiça Federal condenou o ex-prefeito de Canutama Raimundo Rodrigues Amorim por desvio de recursos federais de convênio firmado com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), no valor de R$ 70 mil, para a construção de um sistema de abastecimento de água. Do valor total, a gestão do ex-prefeito é responsável por R$ 35 mil.