Ministra diz que portaria sobre trabalho escravo destrói Lei Áurea

Luislinda Valois é neta de uma mulher que foi escravizada, o que, segundo ela, aumenta sua responsabilidade em relação ao combate ao trabalho escravo no País. Leia mais na coluna Claro & Escuro

Ministra diz que portaria sobre trabalho escravo destrói Lei Áurea

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, afirmou que a portaria do Ministério do Trabalho que altera a conceituação de trabalho escravo e muda as regras para a fiscalização da prática “fere, mata, degola e destrói a lei da abolição da escravatura”, em referência à Lei Áurea, assinada em maio de 1888. Uma das primeiras juízas negras do Brasil, Luislinda Valois é neta de uma mulher que foi escravizada, o que, segundo ela, aumenta sua responsabilidade em relação ao combate ao trabalho escravo no País.

Escravos na Amazônia 1

Segundo dados do Observatório Digital do Trabalho Escravo no Brasil, de 2003 a 2017, a Amazônia concentrou o maior número de resgates.

Escravos na Amazônia 2

Só no Pará, que é o Estado que lidera o ranking nacional, foram quase 10 mil resgates. Seguido por Mato Grosso, com mais de 4.300 resgates.

Acidente de moto 1

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços rejeitou projeto de lei que classifica as carteiras de habilitação dos motociclistas de acordo com a cilindrada da moto.

Acidente de moto 2

Segundo o relator, “não existe uma relação entre o aumento no número de acidentes e a imperícia dos condutores decorrentes da utilização de motocicletas de maior potência”.

Feriado universitário

A Universidade Federal do Amazonas informou que dia 24 de outubro, terça-feira, não haverá expediente apenas no campus de Manaus, devido ao aniversário da cidade.

Renan: ‘Nunca soube que Geddel (Viera) era líder’

O ex-presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) usou as redes sociais, ontem, para ironizar o ofício da Procuradoria Geral da República que aponta Geddel Vieira Lima como líder de organização criminosa. Sem citar nomes, Renan tuitou: “ Para mim, o chefe dele era outro”.