MP-AM vai investigar presos em delegacia do interior

Inquérito se baseia em informação que reporta a existência de 35 presos do sexo masculino distribuídos em duas celas com capacidade para seis pessoas, cada

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM), por meio do promotor de Justiça José Augusto Palheta Taveira Júnior instaurou inquérito civil para investigar o uso das celas da delegacia de polícia do município de Uarini para abrigar presos provisórios e definitivos. O inquérito se baseia em informação da 58ª Delegacia de Polícia Interativa de Uarini que reporta a existência de 35 presos do sexo masculino distribuídos em duas celas com capacidade para seis pessoas, cada.

Também chama atenção no relato, a existência de duas presas do sexo feminino improvisadas em uma sala da administração da delegacia e, ainda, a existência de presos no corredor entre as celas, sem acesso a banheiro, necessitando serem retirados com frequência para suas necessidades fisiológicas. Constam nas informações que chegaram ao MP-AM a ocorrência de uma rebelião na delegacia em 2 de abril de 2018, sendo as exigências dos custodiados: banho de sol, visita íntima e autorização para entrada de alimentos fornecidos pelos familiares.

Varas federais 1
O senador Eduardo Braga (MDB/AM) obteve, nesta quarta-feira (11), o compromisso do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de manter em funcionamento as varas federais de Tefé e Tabatinga.

Varas federais 2
O acordo foi fechado por Eduardo Braga durante sabatina do ministro do STJ Humberto Martins, candidato à vaga de corregedor da instituição, realizada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado.

Seminário
No próximo sábado (14) acontece, no Centro de Treinamento Maromba, o seminário ‘O Amazonas que queremos na segurança pública e cidadã’ com a participação do delegado da Polícia Federal Sérgio Fontes, do procurador de Justiça Lélio Lauria e o mestre em Sociologia Luiz Antônio do Nascimento.

Aluguel de barco
A Prefeitura de Beruri homologou registro de preços para aluguel de barco voltado para atender as secretarias municipais. O registro foi com a empresa M. E. G. de França pelo valor total de R$ 975.480.

Gilmar Mendes cobra apuração sobre juiz federal
O ministro Gilmar Mendes avisou que vai enviar ofício ao Conselho Nacional de Justiça cobrando apuração sobre o que levou a AGU a não recorrer da decisão que autorizou o acúmulo do pagamento de auxílio-moradia ao juiz federal Marcelo Bretas.

Haddad diz que Lula terá registro de candidato
O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad esteve nesta quarta-feira no acampamento de apoiadores de Lula em frente à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba e reafirmou o discurso de que não há alternativa à candidatura de Lula e que a mesma será registrada.